Delegada Federal fala sobre como funcionava a fraude que levou à prisões em Codó e Caxias

A delegada-geral da Polícia Federal em Caxias, Milena Soares, concedeu entrevista à TV Mirante sobre como agia a quadrilha suspeita de fraudar o INSS em cerca de R$ 11 milhões.

Ontem, 24, a jornalista Aline Santos, teve sua reportagem mostrada no Jornal do Maranhão. A autoridade revelou que a PF já identificou 288 benefícios fraudulentos, todos já tiveram suspensos seus pagamentos irregulares que iam direto para o bolso da quadrilha com ramificação em Codó, Caxias, Presidente Dutra e outros municípios.

Ela também destacou como pessoas de dentro de instituições oficiais colaboravam com os bandidos. Disse que eles recebiam documentos falsos, habilitavam, concediam os benefícios e ainda faziam a atualização regular para que o dinheiro continuasse caindo na conta. ASSISTA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RADIO MIRANTE 870 AM


Ramyria Santiago

Publicidade

Publicidade

Visite-nos e compre no Paraíba!

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

FC OLIVEIRA

Publicidade
Visitas Online!
Arquivos