Vereador Gracinaldo discursa em defesa de congregação e rebate comentários de secretário

DSCF5112
Vereador Gracinaldo Ferreira.

O Vereador Gracinaldo (PSL) iniciou suas palavras na câmara parabenizando a todos os Pastores Evangélicos de Codó, região e por todo o Estado do Maranhão, pelo Dia do Pastor Evangélico no Brasil, celebrado no último dia 14 de junho. Gracinaldo enalteceu o importante trabalho missionário e social desenvolvido por aqueles que dedicam suas vidas para pregar a Palavra de Deus e servir aos fiéis, com mensagens de motivação, encorajamento e com ações sociais em todas as comunidades.

Em defesa da Congregação

Gracinaldo Mais uma vez saiu em defesa da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Codó, Congregação Monte Sinai, na pessoa de seu Pastor Congregacional, que fora autuado pela fiscalização da Secretaria Estadual de Meio Ambiente por solicitar a pode de árvores que apresentavam perigo aos moradores do Bairro São Francisco. O edil afirmou que o Pastor não foi o agente causador da poda das árvores de eucalipto, justificando que o mesmo fez o que qualquer cidadão de bem deveria fazer: procurar o órgão competente no município. “O Pastor procurou a prefeitura, na pessoa de seu gestor, o prefeito Zito Rolim, e fez a solicitação da poda das árvores, que ofereciam risco a comunidade evangélica da congregação, bem como aos demais moradores. O prefeito encaminhou à secretaria de serviços públicos para averiguar a situação e, constatada a situação, a poda foi realizada”.

O vereador disse que seria a prefeitura e não o cidadão codoense, que teria que ser contactado por qualquer órgão de fiscalização. “Ele é apenas um cidadão um cidadão comum, um pai de família, trabalhador, que o que ganha mal dá para sustento da família, que e foi irresponsavelmente multado em 8.700,00 Reais. O responsável neste caso é o município, que é o agente direto causador da poda, e o Grupo FC Oliveira que o receptador, ou seja, foi quem ficou com a madeira da poda. O grupo não foi multado, somente notificado, mas o pobre do pai de família é que foi multado”,

Rebatendo críticas do Secretário

Rebatendo os comentários do Secretário Marcelo Coelho em reportagem publicada, Gracinaldo pontuou a contestou algumas declarações. O parlamentar refutou a afirmação do secretário na reportagem, quando declarou que era representante do povo na reportagem. “Representante do povo de Codó na verdade são os vereadores, o prefeito, e deputados, que foram votados pelo povo. O secretário representa é o Governo do Flavio Dino”.

O Parlamentar indagou se o Secretário, ao atuar com tanta agilidade e rapidez a poda dos eucaliptos, que não são nativos do município, irá atuar até o fim do governo em que trabalha com essa mesma agilidade, uma vez que são várias as denúncias de queimadas, derrubadas e desmatamento na região. O Vereador encerrou o assunto dizendo que o Secretário de Meio Ambiente do Estado do Maranhão, Marcelo Coelho, perdeu a oportunidade de pedir perdão ao pastor congregacional, quando o prejudicou com uma multa tão excessiva como a que foi aplicada.

Ascom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RADIO MIRANTE 870 AM


Ramyria Santiago

Publicidade

Publicidade

Visite-nos e compre no Paraíba!

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

FC OLIVEIRA

Publicidade
Visitas Online!
Arquivos