Blog da Ramyria Santiago -

BANCO DO BRASIL LUCRA BILHÕES E BILHÕES ENQUANTO OS CLIENTES FICAM A MERCÊ DO PÉSSIMO ATENDIMENTO DA AGÊNCIA.

ENQUANTO O BANCO DO BRASIL LUCRA BILHÕES E BILHÕES NÓS CLIENTES FICAMOS A MERCÊ DO PÉSSIMO ATENDIMENTO, DA FALTA DE DINHEIRO NOS CAIXAS, DA INSEGURANÇA DENTRO DAS AGÊNCIAS, COM CAIXAS COM MAUS FUNCIONAMENTOS, PESSOAS IGNORANTES NO ATENDIMENTO AOS IDOSOS E GESTANTES, ESPAÇO MUITO PEQUENO, SEM BANHEIRO ÁGUA QUENTE PARA BEBER E OUTROS PROBLEMAS QUE O BANCO NÃO VISA MELHORAR APENAS O LUCRO COM OS IMPOSTOS SUBINDO E SEUS FUNCIONÁRIOS GANHANDO NAS PRODUÇÕES ESTE É O NOSSO BANCO DO BRASIL QUE DOS BRASILEIROS SÓ TEM O DINHEIRO!!

14/05/15

BB TEM LUCRO LÍQUIDO DE R$ 5,818 BILHÕES NO 1º TRIMESTRE DE 2015

BB MANTÉM LIDERANÇA EM CRÉDITO COM 20,8% DE PARTICIPAÇÃO DE MERCADO

O BANCO DO BRASIL REGISTROU LUCRO LÍQUIDO DE R$ 5,818 BILHÕES NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2015, REPRESENTANDO RSPL DE 29,3%. A REMUNERAÇÃO AOS ACIONISTAS ATINGIU R$ 2,3 BILHÕES, MONTANTE EQUIVALENTE A 40% DO LUCRO LÍQUIDO, SENDO R$ 1.054,1 MILHÕES NA FORMA DE JUROS SOBRE CAPITAL PRÓPRIO (JCP) E R$ 1.261,5 MILHÕES EM DIVIDENDOS. O VALOR POR AÇÃO ALCANÇOU R$ 0,83. NO TRIMESTRE O LUCRO LÍQUIDO AJUSTADO ATINGIU R$ 3,025 BILHÕES, RSPL AJUSTADO DE 14,5%.

BANCO DO BRASIL É LÍDER EM ATIVOS TOTAIS

OS ATIVOS DO BANCO DO BRASIL ATINGIRAM R$ 1,524 TRILHÃO EM MAR/15, CRESCIMENTO DE 11,2% EM 12 MESES E 6,0% EM RELAÇÃO AO TRIMESTRE ANTERIOR, FAVORECIDO PRINCIPALMENTE PELA EXPANSÃO DA CARTEIRA DE CRÉDITO. O BANCO DO BRASIL É LÍDER EM ATIVOS ENTRE AS EMPRESAS DO SETOR FINANCEIRO DA AMÉRICA LATINA.

CARTEIRA DE CRÉDITO AMPLIADA DO BB CRESCE 11,1% EM 12

MESES

A CARTEIRA DE CRÉDITO AMPLIADA, QUE INCLUI TVM PRIVADOS E GARANTIAS PRESTADAS, ATINGIU R$ 776,9 BILHÕES EM MAR/15, CRESCIMENTO DE 11,1% EM 12 MESES E 2,1% EM RELAÇÃO AO TRIMESTRE ANTERIOR. DESTAQUE PARA O FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO QUE REGISTROU AUMENTO DE 45,5% EM 12 MESES. NO PERÍODO, O BB MANTEVE A SUA LIDERANÇA EM CRÉDITO NO SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL (SFN), COM 20,8% DE PARTICIPAÇÃO DE MERCADO.

CARTEIRA DE CRÉDITO PESSOA FÍSICA ORGÂNICA CRESCE EM LINHAS DE MENOR RISCO

A CARTEIRA DE CRÉDITO ORGÂNICA, FORMADA POR OPERAÇÕES COM CLIENTES PESSOA FÍSICA DO BANCO DO BRASIL, FINALIZOU O PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2015 COM SALDO DE R$ 153,6 BILHÕES, CRESCIMENTO DE 1,7% NO TRIMESTRE E DE 12,2% EM 12 MESES. AS LINHAS DE MENOR RISCO (CRÉDITO CONSIGNADO, CDC SALÁRIO, FINANCIAMENTO DE VEÍCULOS E CRÉDITO IMOBILIÁRIO) ALCANÇARAM 76,7% DO TOTAL DA CARTEIRA, CRESCIMENTO DE 13,7% EM DOZE MESES.

CRÉDITO IMOBILIÁRIO ALCANÇA R$ 41 BILHÕES

O CRÉDITO IMOBILIÁRIO ATINGIU SALDO DE R$ 41 BILHÕES EM MAR/15, CRESCIMENTO DE 49% EM RELAÇÃO AO MESMO PERÍODO DE 2014. O FINANCIAMENTO ÀS EMPRESAS CRESCEU 60,5% EM UM ANO, ATINGINDO SALDO DE R$10,6 BILHÕES E O FINANCIAMENTO ÀS PESSOAS FÍSICAS EVOLUIU 45,5% NO MESMO PERÍODO, ALCANÇANDO UM SALDO DE R$ 30,4 BILHÕES. ESTE DESEMPENHO PERMITIU AO BANCO ELEVAR SUA PARTICIPAÇÃO DE MERCADO NO ÚLTIMO ANO PARA 7,83%, DE ACORDO COM OS ÚLTIMOS DADOS DIVULGADOS PELO BANCO CENTRAL (POSIÇÃO: JAN/15).

CARTEIRA DE AGRONEGÓCIO ENCERRA O TRIMESTRE COM SALDO DE R$ 163,4 BILHÕES

O FINANCIAMENTO AO AGRONEGÓCIO ENCERROU O PRIMEIRO

TRIMESTRE DE 2015 COM A MARCA DE R$ 163,4 BILHÕES. ESSE MONTANTE É 9,0% MAIOR DO QUE O REGISTRADO NO MESMO PERÍODO DE 2014. NA SAFRA 2014/15, O BANCO DO BRASIL DESEMBOLSOU R$ 57,4 BILHÕES EM OPERAÇÕES DE CRÉDITO RURAL, EVOLUÇÃO DE 8,1% EM RELAÇÃO À SAFRA ANTERIOR. O BB MANTÉM A SUA LIDERANÇA NESTE SEGMENTO, ATINGINDO 60,5% DE PARTICIPAÇÃO NO CRÉDITO RURAL, CONFORME OS DADOS DO SISTEMA NACIONAL DE CRÉDITO RURAL. DESTAQUE PARA AS OPERAÇÕES DE INVESTIMENTO, QUE ATINGIRAM SALDO DE R$ 77,2 BILHÕES, EVOLUÇÃO DE 26,1% EM 12 MESES.

CRÉDITO PARA EMPRESAS APRESENTA EVOLUÇÃO DE 11,0% EM 12 MESES

O SALDO DE CRÉDITO CONCEDIDO ÀS EMPRESAS ENCERROU MAR/15 COM R$ 359,0 BILHÕES, CRESCIMENTO DE 11,0% EM 12 MESES E 1,4% EM RELAÇÃO AO TRIMESTRE ANTERIOR. AS OPERAÇÕES DE CAPITAL DE GIRO* E DE INVESTIMENTO, QUE REPRESENTAM 71,2% DO TOTAL, OBTIVERAM CRESCIMENTO DE 7,2% E 16,6% EM 12 MESES, RESPECTIVAMENTE. NO PERÍODO, O BANCO DO BRASIL MANTEVE-SE COMO PRINCIPAL PARCEIRO DO SEGMENTO DE MICRO E PEQUENAS EMPRESAS (MPE), QUE ENGLOBA AS EMPRESAS COM FATURAMENTO BRUTO ANUAL ATÉ R$ 25 MILHÕES. AO FINAL DO PRIMEIRO TRIMESTRE, O SALDO DA CARTEIRA DE CRÉDITO RELACIONADO AO SEGMENTO ALCANÇOU R$ 100,4 BILHÕES. * INCLUI LINHAS DE CAPITAL DE GIRO, RECEBÍVEIS, CARTÃO DE CRÉDITO, CONTA GARANTIDA E CHEQUE ESPECIAL

INADIMPLÊNCIA SEGUE EM PATAMAR ABAIXO DO SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL

OS ÍNDICES DE INADIMPLÊNCIA DO BB SE MANTIVERAM EM PATAMARES MENORES DO QUE OS OBSERVADOS NO SFN. AO FIM DE MAR/15, O ÍNDICE DE OPERAÇÕES VENCIDAS HÁ MAIS DE 90 DIAS REPRESENTOU 2,05% DA CARTEIRA DE CRÉDITO. NO MESMO PERÍODO, O SFN REGISTROU ÍNDICE DE 2,8%.

A QUALIDADE DA CARTEIRA DE CRÉDITO DO BANCO DO BRASIL É EVIDENCIADA PELA CONCENTRAÇÃO DE 94,1% DAS OPERAÇÕES NA FAIXA DE RISCO AA-C. O NÍVEL DE COBERTURA DA CARTEIRA DE CRÉDITO, QUE DEMONSTRA A RELAÇÃO ENTRE A PROVISÃO EXISTENTE E AS OPERAÇÕES VENCIDAS HÁ MAIS DE 90 DIAS, ENCERROU O TRIMESTRE EM 201,6%, MANTENDO-SE ACIMA DO NÍVEL APRESENTADO PELO MERCADO.

CAPTAÇÕES COMERCIAIS DO BB CRESCEM 6,0% EM 12 MESES

AS CAPTAÇÕES COMERCIAIS, QUE INCLUEM DEPÓSITOS TOTAIS, LETRAS DE CRÉDITO DO AGRONEGÓCIO (LCA), LETRAS DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO (LCI) E OPERAÇÕES COMPROMISSADAS COM TÍTULOS PRIVADOS, ATINGIRAM SALDO DE R$ 644,8 BILHÕES. DESTAQUE PARA OS SALDOS DE LCA E LCI QUE ATINGIRAM R$ 119,7 BILHÕES E R$19,3 BILHÕES, CRESCIMENTO DE 34,4% E 136,4% EM DOZE MESES, RESPECTIVAMENTE.

BB É UM DOS LÍDERES NO MERCADO DE RENDA FIXA LOCAL

O BB BI ENCERROU O 1º TRIMESTRE DE 2015 EM POSIÇÃO DE DESTAQUE NO MERCADO DE RENDA FIXA, ATUANDO COMO COORDENADOR EM 10 EMISSÕES DE TÍTULOS DE RENDA FIXA, ENTRE DEBÊNTURES, NOTAS PROMISSÓRIAS E FIDC. CONFORME RANKING ANBIMA, O BB-BI FIGURA EM 1° LUGAR EM QUANTIDADE DE OPERAÇÕES DE RENDA FIXA – CURTO PRAZO (5 OFERTAS NO PERÍODO). NO RANKING CONSOLIDADO DE ORIGINAÇÃO, O BB-BI OCUPA A TERCEIRA POSIÇÃO, COM VOLUME TOTAL DE R$ 1,532 BILHÃO. NO MERCADO DE SECURITIZAÇÃO, O BB-BI OCUPA A SEGUNDA POSIÇÃO NO RANKING DE ORIGINAÇÃO DE FIDC, COM UMA PARTICIPAÇÃO DE 24,7%.

LIDERANÇA NO COMÉRCIO EXTERIOR

TRADICIONAL LÍDER NOS MERCADOS DE CÂMBIO DE EXPORTAÇÃO E DE IMPORTAÇÃO, O BB ENCERROU O 1º TRIMESTRE DE 2015 MARCANDO SUA POSIÇÃO. NO CÂMBIO DE EXPORTAÇÃO, O VOLUME CONTRATADO NO PERÍODO FOI DE US$ 11,4 BILHÕES, O QUE REPRESENTOU 26,4% DE PARTICIPAÇÃO. NO CÂMBIO DE IMPORTAÇÃO, O BB TAMBÉM MANTEVE SUA LIDERANÇA. NAS DUAS MODALIDADES, O PERCENTUAL DE CONTRATOS FECHADOS PELA

INTERNET FOI DE 65% E DE 52%, RESPECTIVAMENTE.

RESULTADO SEMELHANTE OBSERVA-SE NO FINANCIAMENTO ÀS EXPORTAÇÕES. NOS DESEMBOLSOS DOS ADIANTAMENTOS SOBRE CONTRATO DE CÂMBIO (ACC) E SOBRE CAMBIAIS ENTREGUES (ACE), O PARTICIPAÇÃO DE MERCADO NO 1º TRIMESTRE DE 2015 CHEGOU A 24,5%, COM VOLUME DE US$ 2 BILHÕES NO TRIMESTRE, PRESERVANDO A LIDERANÇA DO BANCO DO BRASIL NESTE MERCADO. DESTAQUE TAMBÉM PARA O APOIO DO BB AOS EXPORTADORES E IMPORTADORES BRASILEIROS AO PROVER FACILITADORES NA REALIZAÇÃO DOS NEGÓCIOS, COMO A ASSINATURA DIGITAL NOS CONTRATOS DE CÂMBIO, QUE, NOS TRÊS PRIMEIROS MESES DESTE ANO, FOI UTILIZADA EM CERCA DE 60% DOS CONTRATOS REALIZADOS. NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2015, O BANCO DO BRASIL REGISTROU O TREINAMENTO EM NEGÓCIOS INTERNACIONAIS DE 654 PESSOAS (ENTRE EMPRESÁRIOS, ESTUDANTES E PODER PÚBLICO), EM MÓDULOS QUE ABRANGEM DESDE PRINCÍPIOS BÁSICOS DE CÂMBIO E COMÉRCIO EXTERIOR ATÉ TEMAS MAIS COMPLEXOS, COMO A PROTEÇÃO FINANCEIRA.

BB SEGURIDADE: LUCRO LÍQUIDO ATINGE R$ 949,1 MILHÕES NO 1º TRIMESTRE DE 2015

A BB SEGURIDADE REGISTROU LUCRO LÍQUIDO DE R$ 949,1 MILHÕES NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2015. O RESULTADO É 46,3% SUPERIOR EM RELAÇÃO AO MESMO PERÍODO DO ANO ANTERIOR, O QUE EQUIVALE A RETORNO SOBRE O PATRIMÔNIO LÍQUIDO MÉDIO ANUALIZADO DE 73,1%, 24,1 P.P. SUPERIOR AO INDICADOR VERIFICADO NO MESMO PERÍODO DE 2014. AS RECEITAS NOS SEGMENTOS DE SEGUROS, PREVIDÊNCIA E CAPITALIZAÇÃO ATINGIRAM R$ 13,5 BILHÕES NO 1T15, CRESCIMENTO DE 35,2% EM RELAÇÃO AO 1T14. O DESEMPENHO DAS VENDAS FAVORECEU O CRESCIMENTO EM 25,0% DAS RECEITAS DE CORRETAGEM, QUE TOTALIZARAM R$ 609,7 MILHÕES NO PERÍODO. O DESTAQUE FICOU POR CONTA DO SEGMENTO DE PREVIDÊNCIA, QUE ATINGIU RECEITAS COM CONTRIBUIÇÕES DE R$ 8,4 BILHÕES, CRESCIMENTO DE 67,3% EM RELAÇÃO AO 1T14.

A BRASIL PREV,COLIGADA DA BB SEGURIDADE QUE ATUA NESSE SEGMENTO, ALCANÇOU R$ 120,3 BILHÕES EM RESERVAS AO FINAL DE MARÇO DE 2015, CRESCIMENTO DE 37,1% EM 12 MESES, RESULTADO TANTO DO CRESCIMENTO NAS RECEITAS DE CONTRIBUIÇÃO QUANTO DA MANUTENÇÃO DE UM DOS MENORES ÍNDICES DE RESGATE DO MERCADO.

COMPRAS TRADICIONAIS COM CARTÕES CRESCEM 9,8% NO 1T15

O FATURAMENTO COM CARTÕES ATINGIU R$ 58,1 BILHÕES NO 1T15, CRESCIMENTO DE 7,1% SOBRE O MESMO PERÍODO DE 2014. CONSIDERANDO SOMENTE AS TRANSAÇÕES DE COMPRAS TRADICIONAIS COM CARTÕES, A VARIAÇÃO FOI DE 9,8%. COM R$ 1,6 BILHÃO, AS RECEITAS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CARTÕES CRESCERAM 9,4% EM RELAÇÃO AO 1T14. ESSA VARIAÇÃO JÁ CONSIDERA A NOVA COMPOSIÇÃO DE RESULTADOS EM FUNÇÃO DA CONSTITUIÇÃO DA CATENO NO FINAL DO MÊS DE FEVEREIRO. FRUTO DA PARCERIA ENTRE O BB E A CIELO, A EMPRESA FARÁ A GESTÃO DAS CONTAS DE PAGAMENTO PÓS-PAGAS E DA FUNCIONALIDADE DE COMPRAS VIA DÉBITO.

O TRIMESTRE FOI MARCADO AINDA PELA LIDERANÇA DO BB NO DESENVOLVIMENTO DOS NEGÓCIOS DIGITAIS. MAIS UMA VEZ NA VANGUARDA, COM O LANÇAMENTO DO OUROCARD-E, SOLUÇÃO PARA PAGAMENTO DE COMPRAS EM LOJAS FÍSICAS UTILIZANDO A PLATAFORMA BB MOBILE, FOMOS O PRIMEIRO BANCO A PERMITIR QUE AS COMPRAS COM CARTÕES MÚLTIPLOS NAS FUNÇÕES DÉBITO E CRÉDITO FOSSEM PAGAS POR MEIO DE SMARTPHONES.

CIELO E BB ELO CARTÕES PARTICIPAÇÕES CONCLUEM FORMAÇÃO DE PARCERIA ESTRATÉGICA EM MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO

CONFORME PREVISTO NO ACORDO DE ASSOCIAÇÃO ENTRE CIELO E BB ELO CARTÕES (SUBSIDIÁRIA INTEGRAL DO BB), FOI CONSTITUÍDA A SOCIEDADE CATENO GESTÃO DE CONTAS DE PAGAMENTO S.A. (“CATENO”) PARA EXPLORAR AS ATIVIDADES DE GESTÃO DE CONTAS DE PAGAMENTO PÓS-PAGAS E DE GESTÃO DA FUNCIONALIDADE DE COMPRAS VIA DÉBITO NO ÂMBITO DOS ARRANJOS DE PAGAMENTO OUROCARD. O CAPITAL SOCIAL TOTAL

DA CATENO SERÁ DIVIDIDO À PROPORÇÃO DE 30% PARA A BB ELO CARTÕES E 70% PARA A CIELO. EM RAZÃO DA CONCLUSÃO DA OPERAÇÃO OCORRIDA EM FEVEREIRO DE 2015, O IMPACTO NO RESULTADO DO BB DO 1º TRIMESTRE DE 2015 FOI DE R$ 3,2 BILHÕES.

BB CONSÓRCIOS REGISTRA INCREMENTO DE 18,6% NO LUCRO LÍQUIDO

A BB CONSÓRCIOS REPORTOU LUCRO LÍQUIDO DE R$ 47,06 MILHÕES NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2015, CRESCIMENTO DE 18,6% EM RELAÇÃO AO MESMO PERÍODO DO ANO ANTERIOR. O FATURAMENTO DA EMPRESA ULTRAPASSOU R$ 770 MILHÕES, ELEVAÇÃO DE 21,6% COMPARADA AO MESMO PERÍODO DE 2014, ENQUANTO A RECEITA DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS APRESENTOU INCREMENTO DE 33,5%, TOTALIZANDO R$ 95,2 MILHÕES.

BB DTVM É DESTAQUE NO MERCADO DE FUNDOS DE INVESTIMENTO

NO 1T2015, A BB DTVM MANTEVE A LIDERANÇA DA INDÚSTRIA DE FUNDOS DE INVESTIMENTO DOMÉSTICA COM PARTICIPAÇÃO DE MERCADO DE 22,48% E R$ 594,8 BILHÕES DE RECURSOS DE TERCEIROS ADMINISTRADOS, CONFORME RANKING ANBIMA DE MARÇO DE 2015. ESTE MONTANTE REPRESENTOU UM CRESCIMENTO DE 15,8% EM RELAÇÃO AO MESMO PERÍODO DE 2014. A CAPTAÇÃO LÍQUIDA NO PRIMEIRO TRIMESTRE TOTALIZOU R$ 18,2 BILHÕES, COM DESTAQUE PARA AS CATEGORIAS CURTO PRAZO (R$ 9,5 BILHÕES), PREVIDÊNCIA (R$ 4,9 BILHÕES) E RENDA FIXA (R$ 4,2 BILHÕES). A BB DTVM APRESENTOU LUCRO LÍQUIDO DE R$ 180,3 MILHÕES NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2015, RESULTADO 6,8% SUPERIOR AO REGISTRADO NO MESMO PERÍODO DO ANO ANTERIOR. AS RECEITAS COM PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS APRESENTARAM EVOLUÇÃO DE 8,7%, TOTALIZANDO R$ 348 MILHÕES.

BB É RECONHECIDO COMO UM DOS BANCOS MAIS SUSTENTÁVEIS DO MUNDO

O BANCO DO BRASIL FOI RECONHECIDO COMO UM DOS OITO BANCOS MAIS SUSTENTÁVEIS DO MUNDO NO LIVRO “THE SUSTAINABILITY YEARBOOK 2015”, DA ROBECOSAM, ORGANIZAÇÃO RESPONSÁVEL PELO PROCESSO DE SELEÇÃO DO ÍNDICE DOW JONES DE SUSTENTABILIDADE DA BOLSA DE NOVA IORQUE (DJSI). O BB ESTÁ LISTADO NA CATEGORIA BRONZE, SENDO O ÚNICO BANCO BRASILEIRO CLASSIFICADO EM UMA DAS TRÊS CATEGORIAS, SENDO BENCHMARK NOS TEMAS POLÍTICAS/MEDIDAS ANTI-CRIME, ESTABILIDADE FINANCEIRA E RISCO SISTÊMICO, FILANTROPIA E CIDADANIA CORPORATIVA, INCLUSÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO DO CAPITAL HUMANO.

UNIBB É ELEITA A MELHOR UNIVERSIDADE CORPORATIVA DO MUNDO

A UNIVERSIDADE CORPORATIVA BANCO DO BRASIL (UNIBB) RECEBEU O PRÊMIO INTERNACIONAL GLOBAL CCU AWARDS 2015 DE MELHOR UNIVERSIDADE CORPORATIVA DO MUNDO. A PREMIAÇÃO, PROMOVIDA PELO INSTITUTO EUROPEU GLOBAL COUNCIL OF CORPORATE UNIVERSITIES, RECONHECE AS MELHORES PRÁTICAS E PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO CORPORATIVA EXISTENTES NOS CINCO CONTINENTES.

FUNDAÇÃO BB DESTINA R$ 600 MIL PARA DISSEMINAR SOLUÇÕES

SOCIAIS EM MARÇO, A FUNDAÇÃO BB LANÇOU A 8ª EDIÇÃO DO PRÊMIO FUNDAÇÃO BANCO DO BRASIL DE TECNOLOGIA SOCIAL, QUE TEM INSCRIÇÕES ABERTAS ATÉ O DIA 31 DE MAIO. O PRÊMIO TEM A PETROBRAS, A UNESCO E O BID COMO PARCEIROS, NESTA EDIÇÃO A PREMIAÇÃO TOTAL É DE R$ 600 MIL. O PRÊMIO TEM O OBJETIVO DE CERTIFICAR, PREMIAR E DIFUNDIR TECNOLOGIAS SOCIAIS JÁ APLICADAS E AINDA EM ATIVIDADE, QUE SE CONSTITUAM EM EFETIVAS SOLUÇÕES PARA QUESTÕES RELATIVAS A ÁGUA, ALIMENTAÇÃO, EDUCAÇÃO, ENERGIA, GERAÇÃO DE RENDA, HABITAÇÃO, MEIO AMBIENTE E SAÚDE.

Categoria: Notícias

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*