Blog da Ramyria Santiago -

Vereador Leonel Filho tece críticas ao governo do estado nas áreas da segurança, saúde e ao corte do Viva Luz

leo

A demora do atual Governo do Estado em resolver os problemas mais urgentes do Maranhão foi a tônica do discurso do vereador Leonel Filho (PTN). O líder do governo na câmara iniciou suas palavras lamentando o atual quadro da segurança pública, destacando o fato de os deputados governistas terem pedido a presença da Força Nacional e os inúmeros casos de violência ocorridos em todo o Estado. O edil comentou sobre a impotência do Governo do Estado perante o crescente número de assassinatos brutais e crimes hediondos, citando casos na capital São Luís e no interior do Maranhão, como o assassinato do vigia do Instituto Maná de Codó. “São crimes que destroem as famílias de nosso Estado, de maneira muito agressiva. Ninguém pode imaginar os momentos que aquele rapaz passou. Espero que o governo faça alguma coisa, pois as famílias estão acuadas”.

Morte tratada como número estatístico

Leonel expressou toda sua indignação sobre o comentário do governador do estado, que tratou do caso do assassinato da jovem de 23 anos, ocorrido na capital São Luís, como números estatísticos. “Então quer dizer que a vida de uma jovem é apenas dado estatístico. Então vida humana está resumida a números estatísticos. Acho que o governador se referiu ao caso de forma muito fria e teceu uma expressão muito infeliz e equivocada. Acredito que a família dessa jovem que morreu não deva estar nada satisfeita”, lamentou.

164 mil famílias de baixa renda sem Viva Luz

O vereador também criticou com veemência a atitude do atual Governo do Estado, ao cortar de forma repentina parte do programa Viva Luz, prejudicando mais de 164 mil famílias de baixa renda no Maranhão. “Milhares de pessoas perderam a isenção da conta de energia elétrica com a extinção do programa criado pela governadora Roseana Sarney. São pais de família que precisam e são de baixa renda, que passam dificuldade. Com a extinção do programa pelo governo Flávio Dino, essas famílias vão ter que pagar a conta e sentir ainda mais o peso no já precário orçamento”.

Falta de leitos e demissões na saúde

Leonel Filho também abordou dois problemas que começaram a ocorrer na saúde do Estado e a refletir no município de Codó. A primeira situação complicada é a problemática da falta de leitos para o remanejamento de pacientes. A Central de Leitos é um sistema de regulação de pacientes que necessitam de procedimentos de alta complexidade, criado pelo governo do Estado. Por meio dele, a Secretaria Estadual de Saúde acha uma vaga em Presidente Dutra, Coroatá ou mesmo em São Luís e encaminha paciente. Agora os pacientes em Codó estão tendo que esperar até 60 dias pela transferência. Outro problema comentado pelo edil foi a demissão dos funcionários da UPA pelo governo do Estado e a falta de pagamento de seus direitos trabalhistas.

“Não queremos só apontar os problemas, mas queremos colaborar na busca de soluções. Antes não tínhamos essa espera toda por leitos. Acho também que o governo do estado, ao invés de demitir profissionais qualificados e competentes, sem pagar seus direitos, deveria

criar mais um hospital regional, oportunizando novos postos de trabalho e mais leitos para os pacientes de Codó e região. O curioso é que Codó estava na lista para receber mais investimentos e agora não esta mais. Por que os recursos não chegam mais¿”

Avanços na educação de Codó

O parlamentar encerrou seu discurso dando bastante destaque aos recentes avanços na educação do município, como a inauguração de mais uma nova unidade infantil na localidade Lagoa do Costa, na zona rural, o acompanhamento das ações do Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio (PNEM) e a visita de representantes do MEC e Ministério da Saúde, para avaliação da estrutura da regional de saúde para possível vinda do curso de graduação em medicina no município de Codó. “Quero parabenizar ao empenho do Prefeito Zito e do Secretário de Saúde, Ricardo Torres, que mesmo em tão conturbado período por qual passa nosso país e nosso estado, têm conquistado tantos avanços para Codó”.

Ascom

Categoria: Notícias

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*