Blog da Ramyria Santiago -

Vereador Pedro Belo enaltece decisão da câmara federal por manter sistema proporcional

pedrofoto

O vereador Pedro Belo (PC do B) iniciou o discurso exaltando a importância da comunicação e das transmissões das sessões da câmara municipal pela Rádio Mirante de Codó. “É muito importante que a população acompanhe o trabalho dos vereadores e suas ações. E a Rádio Mirante leva essas informações a toda a nossa população”, disse. O edil também falou sobre os principais pontos da 10ª Conferência Nacional do PC do B, realizada entre os dias 29 e 31 de maio, em São Paulo.

Mulheres na Política

O parlamentar destacou os assuntos principais tratados no encontro, como a transição da presidência do PCdoB, passando das mãos de Renato Rabelo, que dirigiu o partido nos últimos 13 anos, para Luciana Santos, deputada federal por Pernambuco. Luciana será a primeira mulher a presidir o partido. Pedro Belo aproveitou o assunto e alertou para a necessidade do preenchimento integral das mulheres na vida pública, preenchendo seus espaços políticos em todas as esferas do legislativo.

“Esse foi um tema tratado em nossa conferência. Que a mulher realmente represente 25% a que tem direito, nas câmaras, assembleia, no senado. Hoje temos uma bancada federal que tem 50% de mulheres, nossa líder da bancada do PC do B é uma mulher, a líder do PC do B no Senado é uma mulher. Portanto nosso partido trabalha muito essa questão. É um partido que trabalha as questões da juventude, das mulheres e da sociedade, assim como os movimentos de massa. Isso é fundamental pro PC do B, onde acreditamos que a politica tem que ser feita de baixo pra cima, ouvindo as pessoas que mais precisam de políticas públicas e da mão do governo”.

Demissão na fábrica de cimento

O Vereador alertou para a necessidade da transparência na política e o maior cuidado com o dinheiro público. “Estamos assistindo a desmoralização da sociedade e o desrespeito ao dinheiro público. O país em crise e escândalo em cima de escândalo, desvio em cima de desvio. Essa sucessão de escândalos estão prejudicando a economia em todo país. Fiquei sabendo que a fábrica irá demitir 70 funcionários. Lamentamos muito. Por isso precisamos mudar muita coisa”.

A favor do sistema proporcional

Pedro Belo também deixou registrada sua opinião favorável a decisão da Câmara Federal em manter o atual sistema de votação para deputados e vereadores. O sistema proporcional foi mantido após outras propostas terem sido rejeitadas. Pelo sistema atual, mantido pelos deputados, é possível votar tanto no candidato quanto na legenda. Os votos nos candidatos e na legenda são somados e computados como votos para a coligação. “Nossa opinião foi de encontro até a de alguns aliados, pois víamos na mudança uma forma de exclusão aos pequenos partidos, que é onde reside a representatividade da população”, finalizou.

Assessoria de Imprensa

Categoria: Notícias

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*