Blog da Ramyria Santiago -

LAMENTÁVEL!!Segundo denúncia ao MP preços suspeitos de superfaturamento vão muito além do FLOCÃO DE MILHO

O Sindicato dos Servidores no Serviço Público Municipal de Codó  entregou ao Ministério Público ontem, 25 de agosto, sob o protocolo 120/2015, um documento reforçando a denúncia de preços, possivelmente, superfaturados na compra de produtos da Merenda Escolar pedindo investigação por parte do órgão ministerial.

Lista apresentada ao MP

O Sindicato fez uma pesquisa de preços no mercado de Codó e descobriu que alguns alimentos estão fora de qualquer cogitação, em termos de preços, praticados pela Prefeitura, no governo do prefeito Zito Rolim.

“Pode-se observar, por exemplo, que o quilograma do flocão de milho é vendido no comércio local por R$ 2,40 (dois reais e quarenta centavos) e na lista da Secretara Municipal de Educação -SEMED – este valor salta para R$ 7,50 (…) Diante do exposto, o SINSSERM requer desta promotoria, que possa investigar a referida denúncia, afim de tomar medidas cabíveis. Caso esta denúncia seja enviada ao Ministério Público Federal, o sindicato solicita cópias do protocolo de envio”, descreve o documento do sindicato

TEM FLOCÃO DE R$ 1,00 NO MERCADO

Há outros exemplos gritantes na lista, como o preço do quilo do café comprado pela prefeitura a R$ 13,50 (lista da Distribuidora SENECA LTDA, pregão 04/2015 – compra feita em março de 2015).

O quilo do chocolate custa R$ 16,90. O quilo do leite R$ 16,90, dentre outros.

Mas como o FLOCÃO DE MILHO foi o primeiro a ganhar a atenção da mídia por ser vendido à prefeitura à R$ 7,50 o kg, nós, do blogdoacelio, também fizemos uma pesquisa de preços em pequenas mercearias onde tudo costuma ser mais caro que nos supermercados.

Preços no mercado de Codó

Encontramos, e fotografamos, flocão de milho de R$ 1,00, encontramos de R$ 1,10 e encontramos de R$ 1,40 (que foi o maior valor para 500 gramas). O que demonstra, claramente, que o governo do prefeito Zito Rolim tem muito o que explicar ao Ministério Público Federal e, consequentemente, para a Justiça.

Flocão com preço real do mercado

NA ENTREVISTA – COBRANÇAS AO MP

O professor Antonio Celso Moreira, hostilizado por um vereador da base do governo na segunda-feira, 24, concedeu entrevista a respeito a TV Cidade (repórter Ramirya Santiado) e ao blogdoacelio. Elucidou cada ponto da lista de compras encaminhada ao MP e reafirmou que vai cobrar dos promotores um posicionamento.


“De acordo com essa denúncia, o Ministério Público vai ter um prazo, ele vai ter que fiscalizar, ele vai correr atrás, se for necessário, do processo licitatório pra analisar, vai ter que fazer pesquisa de valores desses preços que aparecem aqui na lista e, a partir daí, o Ministério Público tem que dá uma resposta para a entidade que fez a denúncia, para o sindicato, nós iremos cobrar essa resposta do Ministério Público”, disse Antonio Celso

Categoria: Notícias

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*