Blog da Ramyria Santiago -

Técnicos da FUNASA irão visitar comunidades quilombolas no município de Codó

IMG-20150811-WA0005

A equipe de técnicos da Funasa, que fazem parte do Serviço de Saúde Ambiental/Seção de Educação em Saúde Ambiental (Sesam/Saduc) estará realizando visitas em comunidades quilombolas no município de Codó. O objetivo é identificar as necessidades das comunidades, através de diagnóstico situacional e social, por meio de aplicação de um questionário sobre Conhecimentos, Atitudes e Práticas das Comunidades (CAP), além de promover articulação entre as lideranças das comunidades quilombolas e gestores e técnicos municipais.

A equipe é formada por quatro profissionais: dois da Educação e Saúde e dois da Equipe Técnica de Laboratório, que trabalharão em conjunto com equipes da saúde básica da Secretaria Municipal de Saúde de Codó. O programa acontecerá em duas etapas: a primeira parte será de reconhecimento, avaliação e diagnóstico dessas comunidades existentes. Na segunda fase serão feitas oficinas e encontros de Educação em Saúde Ambiental, para apresentar e discutir com as comunidades o resultado do diagnóstico, e assim, apontar soluções alternativas que contribuam para a promoção da saúde e inclusão social dos quilombolas.

Qualidade da água

De acordo com Silvana Maria Gomes de Melo, do Serviço de Saúde Ambiental, no trabalho também serão realizadas coletas para controle de qualidade da água em cada comunidade. “Na Fundação Nacional de Saúde existe um programa de controle de qualidade da água, qu eé um programa nacional e tem uma meta e uma previsão de atingir um número determinado de diagnósticos da qualidade da água dessas comunidades. A equipe do laboratório fará a coleta da água para a análise e ver a qualidade da água consumida. E depois, junto com a secretaria municipal de saúde, traçar uma segunda etapa, que são as oficinas de saneamento e saúde ambiental”, explicou.

Para entender mais

A FUNASA do Estado do Maranhão priorizou comunidades remanescentes quilombolas, extrativistas e ribeirinhos, em municípios com maior número desses tipos de assentamento. A equipe já passou por municípios como São Luís Gonzaga, Lima Campos, Alcântara, e agora chega a Codó. A equipe da Assistência Básica do Município também dará sua contribuição no programa, com visita de profissionais da saúde às comunidades, identificando doenças de vinculação hídrica e outras moléstias.

Ascom-Prefeitura Municipal de Codó

Categoria: Notícias

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*