Blog da Ramyria Santiago -

Facema revela interesse em investir nos cursos de Medicina, Enfermagem e Fisioterapia em Codó

DSC_0150

Aconteceu na tarde de ontem, no Salão Nobre da Prefeitura Municipal de Codó, o encontro entre os sócios-proprietários da Faculdade de Ciências e Tecnologia do Maranhão – FACEMA, o Prefeito de Codó, Zito Rolim, a secretária de educação, Rosina Bemvindo, o secretário municipal de saúde, Ricardo Torres, e as equipes saúde do município. O encontro foi para apresentar ao grupo de executivos da FACEMA toda a estrutura da rede de saúde pública de Codó e das cidades que compõe a sua regional. Na oportunidade, os proprietários da FACEMA falaram sobre o interesse da Faculdade em ser a mantenedora do curso de medicina previsto para ser implantado no município.

Codó está entre os 24 municípios brasileiros pré-selecionados para receberem o curso de graduação em medicina e foi a primeira cidade visitada por técnicos do Ministério da Educação. Além de Codó, Chapadinha e Santa Inês foram os munícios maranhenses pré-selecionados para o pleito. Após concluir todas as visitas aos municípios pré-selecionados no edital do Governo Federal, o MEC irá divulgar a seleção, que pode acontecer até o fim do ano.

“A sociedade codoense aguarda com ansiedade e confiança a decisão do Governo Federal, pois a autorização do funcionamento do curso de medicina em Codó representa a porta de entrada para a criação de uma faculdade de saúde na cidade, e sabemos que possuímos a estrutura básica para atender aos requisitos do MEC e transformar o município em um polo de educação e saúde. Deixar esse curso funcionando ainda nesta gestão será nosso maior legado”, declarou o Prefeito Zito Rolim

 

Cursos de Medicina, Enfermagem e Fisioterapia em Codó

Dentre os sócios-mantenedores da instituição de ensino de Caxias presentes na reunião estavam, Eugênio Coutinho, Maria Aparecida Coutinho, Aryzaltina Silva Penha e o diretor acadêmico da Instituição, professor Marcos Aurélio. De acordo com Maria Aparecida Coutinho, a Instituição está preparada para ministrar o curso por dispor de uma estrutura condizente com os padrões exigidos pelo Ministério da Educação e que, os investimentos de educação superior em Codó não se limitará somente ao curso de medicina.DSC_0157

“Ficamos muito bem impressionados com a forma que fomos recebidos por toda a equipe do governo de Codó e suas secretarias e com o que vimos da estrutura física e de material humano que Codó e sua regional dispõem para receber este curso. O que nos foi apresentado em termos de estrutura do sistema de saúde de Codó e região segue um excelente padrão. E caso Codó seja uma das cidades maranhenses selecionadas e a FACEMA vença a licitação para ser a mantenedora, o objetivo é ir além. Iremos também aproveitar a estrutura para outros dois cursos de saúde – Fisioterapia e Enfermagem também virão para o município”.

Ascom/Prefeitura Municipal de Codó

Homem é executado com cinco tiros de pistola ponto 40 no estacionamento do Tropical Shopping

Vítima Douglas Oleno Cordeiro Tavares

Um homem acabou de ser executado no estacionamento do Tropical Shopping, em São Luís. A vítima foi identificada como Douglas Oleno Cordeiro Tavares, de 28 anos, natural do Estado do Pará.Segundo informações de testemunhas, Douglas Oleno foi surpreendido por dois homens em uma moto – ainda não identificados, e o garupeiro sacou uma pistola ponto 40 e efetuou cinco disparos.

A vítima morreu na hora e os criminosos se evadiram do local rumo ao Jaracaty. Ainda de acordo com informações, a polícia encontrou com Douglas Oleno uma pistola.

Abaixo imagens do crime:

Homem executado no estacionamento do Tropical Shopping, em São Luís

 

 

 

Execução no Tropical Shopping 5

Vereador Pedro Belo convida população codoense para audiência com o Secretário de Segurança Pública do Maranhão

belo2

O Vereador Pedro Belo (PC do B) convida a população codoense para participar de Audiência Pública com o Secretário de Segurança Pública do Estado do Maranhão, Sr. Jefferson Miler Portela e Silva, que será realizada no dia 03 de setembro de 2015. No encontro serão tratados assuntos de interesse das famílias codoenses, como a segurança pública no município. Os debates serão em caráter emergencial e também de planos em longo prazo, para planejar e traçar alternativas que amenizem e controlem a violência em Codó.

A Audiência sobre Segurança Pública em Codó acontecerá em dois momentos, sendo o primeiro realizado de 8h as 12h no auditório da CDL, localizada na Av. 1º de maio, 1888, Centro. O segundo momento será realizado na Câmara Municipal de Codó, localizada na Praça do Parlamento, 456, Bairro São Benedito, das 14h às 17h. contamos com a presença de todos para esse importante momento de democracia e busca por melhorias em nosso município.

Assessoria de Imprensa

Coveiro é preso por violar túmulo e fazer sexo com cadáver

Um homem foi preso em flagrante na manhã deste domingo (30) por suspeita de violar um túmulo e ter relações sexuais com um cadáver no Cemitério Público de Parnaíba, Litoral do Piauí. A sepultura violada foi de uma idosa de 79 anos enterrada no sábado (29).

Túmulo de idosa foi violado e polícia investiga caso de necrofilia
Túmulo de idosa foi violado e polícia investiga caso de necrofilia

De acordo com o major Adriano Lucena, comandante de policiamento, quando os policiais chegaram ao local, encontraram o corpo sem a roupa e a genitália exposta.

“Recebemos a denúncia de que alguém teria violado a cova de uma idosa enterrada no sábado. Ao chegar no local, os policiais encontraram o corpo com sinais de que teria sido abusado sexualmente e acionaram a perícia. Após indícios achados no local, a polícia chegou até o coveiro do cemitério, que foi preso e levado para a Central de Flagrantes de Parnaíba”, relatou.

O major contou que um exame de corpo de delito será feito no suspeito para comprovar o crime de necrofilia [atração mórbida por cadáveres]. O coveiro deve também prestar depoimento ainda neste domingo na Delegacia Regional de Parnaíba. O cemitério foi isolado e os familiares da idosa informados do caso.

O chefe de investigação Robinson Castilho, da Delegacia Regional de Parnaíba, revelou ao G1 que exames feitos no Instituto Médico Legal (IML) constataram a presença de esperma no corpo da idosa, que já foi liberado para novo sepultamento.

“Agora temos a certeza de que retiraram o corpo para fins sexuais e o suspeito sabia do enterro recente da idosa, porque o túmulo dela foi o único violado. Estamos investigando a participação do coveiro no crime, até porque o local não tem vigia e muitos usuários drogas frequentam o cemitério durante a madrugada”, declarou.

VEREADOR DOMINGOS REIS ATACA APRESENTADOR PÉ DE QUEIJO.

  Índice1

O vereador Domingos Reis (ainda sem partido). Ontem, 31, na Tribuna da Câmara deixou bem claro que viu o comentário do apresentador Edmílson Filho e se sentiu, de certa forma, compelido a criticá-lo.

REMÉDIO ANTI-DOMINGUINHOS

Dominguinhos citou que o apresentador teria dito que a candidatura de Idelfonso ‘é o remédio para acabar com sua representatividade no KM 17″.

“E por último eles lançaram mais um, companheiro aqui de parlamento, que a população de Codó também respeita, ele chama-se Idelfonso Barros. Disseram que o remédio para acabar de vez com essa euforia, com essa representatividade que eu tenho no KM 17, essas força chama-se Idelfonso Barros”, disse

CONTRA PÉ DE QUEIJO

Irritado com o que entendeu como uma insinuação infeliz chamou o apresentador do programa FALA CODÓ pelo apelido e o pejorou.

“A população o conhece como Pé de Queijo, mas eu o chamo de cabeça de queijo, porque eu nunca vi falar tanta besteira e abobrinha”, disse

RETROSPECTIVA ANTI-IDELFONSO

Ainda referindo-se a Edmilson Filho, destacou que Idelfonso, o remédio anti-Dominguinhos, já disputou com o herdeiro do KM 17, três eleições e em todas elas teria perdido em número de votos.

“Ele não se lembra que Idelfonso já disputou comigo 3 eleições para a CÂMARA Municipal e em toda vez eu tive quase o dobro de votos do Idelfonso Barros, respeito o Idelfonso, não quero dizer com isso que eu estou diminuindo ou menosprezando a capacidade eleitoral do cidadão Idelfonso Barros, quero dizer com isso que é salutar, é bom que lance mais o Idelfonso na minha região, pra concorrer comigo”, afirmou

EXAGEROU

Eu também assistir ao momento referido pelo vereador e posso afirmar, sem medo de errar (pois gravei), que o apresentador do programa Fala Codó não o citou nominalmente.

Isso torna seus  ataques nominais a Edmilson um tanto quanto exagerados, até pela forma desrespeitosa como foram feitos.

Povo pediu mas só 3 vereadores falaram na CPI do Flocão

Cidadão pede CPI do Flocão

Sobre a CPI do Flocão duas coisas chamaram a atenção dos vereadores e de quem compareceu à Câmara ontem – um cartaz e uma faixa pendurada na parede lateral do parlamento, ambos pediam a mesma coisa, uma Comissão Parlamentar de Inquérito da Alimentação Escolar.

Entre os vereadores apenas 3 tocaram no assunto.

Pedro Belo, que garantiu que o problema será discutido:

“Nós vamos colocar sim, vamos e se houver indícios de irregularidades nós vamos fiscalizar sim, só quero dizer que  nós precisamos discutir isso na Câmara e iremos discutir através da Comissão. Vai haver essa discussão, já tô convidando de antemão aos alunos, professores, aos agricultores que  possa vir esta Casa também pra que a gente possa fazer essa discussão junto”

Rodrigo Figueiredo que levou para a Câmara preços de uma pesquisa feita por ele no mercado de Codó revelando a diferença enorme no preço da Sardinha comprada pelo governo Cuidando de Nossa Gente, o óleo e o flocão de milho.

pela CPI do Flocão

E Chiquinho do Saae que pediu para que Antonio Celso Moreira protocolasse o pedido de CPI (só se for de novo vereador, o protocolo foi feito na semana passada).

“Traz, traz eu lhe convido. Traga à esta Casa, pode trazer. Nós não vamos fugir não porque tudo que você deu entrada em protocolo desta Casa nós procuramos lhe ouvir, até hoje não sei de hoje pra amanhã (…) Chiquinho eu nunca você me pediu uma coisa você não me atendeu, analiso e atendo com todo respeito a Vossa Senhoria, lhe respeito como cidadão, como professor, como pai de família”

“Traga pras comissões desta Casa, dê entrada no protocolo, do protocolo vai se distribuir pra presidência, depois vai para as Comissões. Não tem um projeto nesta Casa engavetado, nenhum. Porque o mais polêmico foi o da água e a gente discutiu com todos vocês”, afirmou o presidente

Ninguém mais tocou no assunto.

Vereador Expedito leva pressão de quilombolas e abandona discurso

 Vários representantes de Comunidades Quilombolas da área de Santa Maria dos Moreira estiveram na Câmara Municipal de Codó ontem, 31,  com cartazes direcionados ao vereador Expedito Carneiro.

Cartazes exigem desculpas de Expedito Carneiro

O protesto se deu em apoio ao presidente do SINDSSERM, Antonio Celso Moreira, que foi hostilizado pelo parlamentar com frases como ‘LEVANTA A CARA RAPAZ’.

Carneiro aproveitou para desabafar em cima do professor contra xingamentos que ele e demais vereadores teriam sofrido numa manifestação de rua.

Ontem quando ele foi usar a Tribuna da Casa foi impedido de falar pelos manifestantes que além de mostrar os cartazes gritavam “PEDE DESCULPA, PEDE DESCULPA, PEDE DESCULPA, PEDE DESCULPA”.

Em meio aos gritos, ouvia-se, pelo rádio, apenas as falas de Expedito, acoado – “Senhor presidente, fica inviável a gente continuar nosso pronunciamento. Senhor presidente quero concluir meu pronunciamento”.

E do próprio presidente Chiquinho do Saae que tentava acalmar os ânimos dizendo “gente, por favor, vamos deixar o vereador concluir a fala dele, ele não é obrigado a fazer o que ele não quer. Por favor, nós vamos respeitar o direito de cada um aqui”

“Nós não vamos entrar nesse mérito aqui porque quantas vezes os vereadores não foram desrespeitados lá na frente da prefeitura. Calma gente, vamos ter calma, deixa o vereador concluir o raciocínio dele aqui”, dizia

Mas não teve jeito e Expedito jogou a toalha – “Senhor presidente fica inviável a gente concluir o nosso pronunciamento, senhor presidente”.

A ideia do grupo é voltar toda sessão a partir de agora até que o vereador peça desculpas ao professor  Antonio Celso Moreira.