Blog da Ramyria Santiago -

CASAS DO RESIDENCIAL- BANCO DO BRASIL DIZ QUE NÃO TEM DATA DE ENTREGA E DESCARTA ‘PRESENTE DE NATAL’

 

IMG_78171

A pedido de várias pessoas estive na manhã da última sexta-feira, 18, com o gerente do Banco do Brasil de Codó, José Ribamar Costa Ribeiro, para ouvi-lo sobre a entrega das casas do residencial do bairro São Pedro (Zito Rolim II) prometida como ‘PRESENTE DE NATAL (2015)’, sobretudo pelo prefeito da cidade,  dia 12 de novembro quando do evento do sorteio dos endereços realizado no Ginásio Carlos Fernando Costa Carneiro.

O gerente não pode gravar entrevista, segundo o próprio, por proibições da própria instituição financeira para a qual trabalha, mas foi solícito com a necessidade de informar os 1.000 ganhadores e aceitou prestar alguns esclarecimentos.

COMO ANDA A SITUAÇÃO

Mostrando uma mensagem de celular enviada pela senhora Albeniza Pontes, da Prefeitura de Codó, que havia recebido naquele momento, por volta das 9h30 da manhã, explicou o seguinte:

Disse que Albeniza,  à quem elogiou pelos esforços que tem feito no âmbito municipal, estava lhe comunicando que a fiscalização feita pela empresa construtora das mil casas estava dada por concluída, é a fase onde a própria construtora verifica como as casas estão (se com rachaduras nas paredes, problemas elétricos, hidráulicos, no teto, enfim).

“Aquilo que não estava correto a construtora foi intimada a corrigir”, completou ao explicar sobre isso

O relatório dessa fiscalização seguirá para a Superintendência do Banco do Brasil que vai averiguar se tudo está, realmente, de acordo com o contrato firmado entre ambos para a construção.

“Certificar de que está de acordo com a portaria”, disse o gerente

Estando tudo de acordo,  o Banco marcará uma data para que os ganhadores, que já sabem os endereços de onde morarão, assinem o contrato com o financiador (Banco do Brasil), só então, após esta fase, poderão morar nas casas.

QUANDO SERÁ?

Antes mesmo que perguntássemos quando, o gerente antecipou-se com a seguinte frase:

“Tem uma data pra isso ?  tu podes me perguntar, eu te digo que não, ainda não”, argumentou

Em seguida, o lembramos que o prefeito usou o microfone do ambiente e falou para as TVs que cobriram o evento dia 12 de novembro no Ginásio que as casas seriam entregues como ‘presente de natal”.

Sem tecer críticas à esta atitude do gestor e de forma muita séria disse que é de interesse do banco fazer isso da forma mais rápida possível, inclusive por pressão da própria Superintendência, mas, provavelmente, a data do evento para a assinatura dos contratos saia até o final de janeiro de 2016.

Em resumo a promessa do presente de natal rolou ponte abaixo, pela segunda vez, já que em 2014 mil famílias ouviram a mesma coisa.

VEJA O VÍDEO GRAVADO POR ACÉLIO TRINDADE.

Por Acelio

Categoria: Notícias

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*