Blog da Ramyria Santiago -

Viva Cidadão permanecerá em Codó até o dia 06 de Maio

viva

Para ampliar ainda mais o acesso de cidadãos aos direitos fundamentais, a unidade móvel de atendimento do VIVA irá prolongar sua presença em Codó até o dia 6 de maio. A notícia foi dada pelo governador Flavio Dino, durante sua visita a Feira da Agricultura Familiar e Agrotecnologia do Maranhão – Agritec, de 2016.

Por três dias (28, 29 e 30 de Abril) o Viva Cidadão esteve realizando atendimentos durante a realização da Agritec, a partir deste domingo (01) os atendimentos irão acontecer no Centro de Ensino Médio Luzenir Matta Roma, que fica localizado na Rua Léa Archer, S/N, bairro São Sebastião. O objetivo, segundo o governador, é garantir o acesso da população aos serviços de documentação básica oferecidos por meio das Unidades de Atendimento Móvel do Viva.

“Com essa determinação estamos possibilitando que o cidadão tire documentos de extrema importância para o exercício pleno da cidadania (…). Nós sabemos da importância de Codó e por isso já estamos implantando na cidade uma unidade permanente do Viva”, afirmou o Governador Flávio Dino.

Ao longo da semana, o Viva oferecerá serviços de emissão de documentação básica, como Carteira de Identidade (RG), Cadastro de Pessoa Física (CPF) e, ainda, serviços do Balcão do Cidadão, que incluem emissão de boletim de ocorrência, consultas (NIT, PIS/PASEP, bolsa família), inscrições em concursos e outros serviços online.

Para solicitar o RG é necessário apresentar a original da certidão de nascimento ou certidão de casamento. No caso do CPF, o solicitante deve apresentar certidão de nascimento ou de casamento. Vale lembrar que para menores de idade, é indispensável o acompanhamento dos pais ou responsáveis. E para maiores de 18 anos é exigida a apresentação de título de eleitor ou comprovante de votação.

ASCOM / Por Marco Silva

INOP – Pesquisa aponta liderança de Dr. Júnior na preferência dos eleitores para prefeito de Peritoró

Dr. Júnior lidera pesquisa eleitoral em Peritoró/MA

Josias é, até então, candidato natural à reeleição, mas os números apontam que o atual gestor não está na preferência dos eleitores periotoroenses para um segundo mandato consecutivo. De acordo com pesquisa de opinião publicada realizada pelo instituto INOP de São Luís/MA, a reeleição do prefeito está ameaçada.

No município, em vez da continuação, o eleitorado entrevistado pelo INOP revelou que não reelegeria o atual prefeito se as eleições fossem agora. A população de Peritoró entende que deve haver mudança e para o Governo Municipal o mais cotado dentre os entrevistados é o médico Josué Pinho da Silva Júnior, o popular Dr. Júnior que aparece na liderança, seguido pelo prefeito, o ex-padre Josias e tendo como terceira colocada Joana da Amovelar.

Dr. Júnior é natural de Peritoró e presta serviços médicos nas cidades da região como cirurgião clínico. Na pesquisa ele mantem-se em vantagem com relação aos seus adversários em todos os cenários pesquisados.  No primeiro cenário em que aparecem todos possíveis pré-candidatos, Dr. Júnior lidera com quase 10 pontos percentuais a frente do segundo colocado, o atual prefeito do município, o ex-padre Josias.

img209

Já na disputa direta com o atual prefeito, Dr. Júnior amplia a vantagem. O mesmo ocorre quando o embate envolve o nome de Joana da Amovelar, como revela o gráfico abaixo:

img211

Em um terceiro cenário, onde aparecem os nomes de Dr. Junior, Padre Josias e Joana da Amovelar, se constata um empate técnico entre o 2º e 3º lugares, ficando o jovem médico na dianteira. Veja:

img210

Já no quarto, e último cenário, quando a disputa envolve os pré-candidatos Jorginho Murad e Lorena Macedo, Dr. Júnior oscila entre 65 e 70% das intenções de voto, respectivamente.

img212

O resultado revelado pelo Instituto INOP pode ajudar a definir a posição de Padre Josias que, devido a problemas de saúde, já manifestou a possibilidade de desistir da reeleição. A pesquisa contratada por Luis Fernando Castelo Branco, foi realizada entre 1º e 4 de abril de 2016 e está registrada no TRE-MA com o número 05375/2016. O INOP ouviu 494 eleitores da sede e zona rural do município, e a margem de erros da pesquisa é de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos.