Blog da Ramyria Santiago -

UFC – MINOTOURO PERDE EM EVENTO DECEPCIONANTE

Evento no Ginásio do Ibirapuera teve poucas atrações de renome e lutas sem grandes emoções. Destaque da noite foi o paulistano Thomas Almeida

iva7942

O último evento do UFC no Brasil em 2016 deixou a desejar – tanto antes quanto durante as lutas. A noite no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, teve poucas atrações de peso – evidenciando a crise do MMA brasileiro na atualidade – e terminou com resultados decepcionantes. Na luta principal da madrugada deste domingo, Rogério Minotouro não resistiu à melhor forma e às habilidades de chão do americano Ryan Bader e foi derrotado com extrema facilidade por nocaute técnico. O paulistano Thomas Almeida, ao menos, brindou o público com mais uma espetacular vitória em casa.

esporte-ufc-esporte-ufc-minotouro-bader-20161120-04

Apesar da falta de estrelas e dos preços altos – ingressos iam de 105 a 1.495 reais – o evento recebeu um público satisfatório (havia vários espaços vazios, mas, segundo a organização, mais de 90% dos ingressos foram vendidos). A torcida não esteve tão animada como em outras oportunidades, mas fez algumas “olas” e cantou o tradicional “vai morrer” nas lutas mais empolgantes. O evento, porém, terminou de forma melancólica, sob vaias, diante da impotência de Minotouro.

O baiano, que vinha de uma boa vitória sobre o americano Patrick Cummins, diante de quase 50.000 pessoas, no excepcional UFC 198, em Curitiba, há seis meses, não aproveitou a chance de vingança contra Bader. Em 2010, no primeiro encontro entre eles, o americano venceu por decisão unânime da arbitragem. Desta vez, o brasileiro de 40 anos não teve a menor chance e amargou sua oitava derrota em 30 lutas na carreira. No UFC desde 2009, Minotouro tem agora cinco vitórias e cinco derrotas na organização.

Outras lutas:

A potiguar Claudia Gadelha venceu a americana Cortney Casey na terceira luta mais importante da noite, mas teve mais dificuldades do que o previsto. A brasileira dominou a luta e chegou a derrubar a adversária diversas vezes, mas não conseguiu o nocaute. No fim, a vitória por decisão unânime da arbitragem frustrou Gadelha, que sonha em receber uma nova chance pelo cinturão peso-palha feminino – perdeu para a campeã Joanna Jedrzejczyk em julho em sua primeira oportunidade.

ufc-gadelha-cortney-20161120-02 gadelha

Categoria: Notícias

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*