Blog da Ramyria Santiago - | Ramyria Santiago

POLICIA MILITAR DO MARANHÃO ENCAMINHOU A COROATÁ GRUPO DA PM IDENTIFICADO POR COSAR QUE COMBATE VÁRIOS CRIMES

A Polícia Militar do Maranhão encaminhou ao município de Coroatá um grupo de policiais formados no Curso de Operações de Sobrevivência em Área Rural, COSAR, como são conhecidos. A guarnição estava nesta quarta-feira (27) no centro da cidade.

O COSAR tem por finalidade combater o crime organizado, enfrentar ações de quadrilhas, e, principalmente, zerar os assaltos a agências e instituições financeiras no interior do Maranhão.

O curso oferece aulas práticas e teóricas. Submetendo os alunos a várias disciplinas, entre elas, tiro tático, Combate de Ambiente Confinado (CQB), técnica de abordagem, tiro pessoal, ações antibomba, operações policiais especiais, invasões táticas com explosivos, primeiros socorros, patrulha e antiterrorismo, além da fase de treinamento de selva.

Ainda não se sabe por quanto tempo o grupo permanecerá em Coroatá. Normalmente a passagem pelos municípios do interior são rápidas.
Coroatá MA

58 PRESOS NÃO RETORNARAM AO PRESÍDIO NO MARANHÃO APÓS SAÍDA TEMPORÁRIA DE NATAL

IMAGEM ILUSTRATIVA

58 presos beneficiados com a saída temporária de Natal no Maranhão ainda não retornaram

O Governo do Estado informa que dos 650 detentos beneficiados com a saída temporária do Natal, que efetivamente deixaram o Sistema Prisional, na manhã do dia 21 deste mês, 592 retornaram às suas respectivas unidades prisionais; e 58 apenados, portanto, não cumpriram o prazo de retorno às 18h desta quarta-feira (27), determinado pelo juiz da 1ª Vara de Execuções Penais (VEP), Marcio Castro Brandão, por meio da Portaria 023/2017, que prevê pena de regressão de regime para quem a descumpriu.

GRUPO MATÉRIAS POLÍCIAIS

POLICIA COMPROVA QUE FOI FILHO QUE ATIROU CONTRA O PAI EX-PREFEITO DE BARRA DO CORDA O "NENZIN"

Polícia concluiu o inquérito sobre o assassinato do ex-prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano de Sousa, o Nenzin, assassinado no início de dezembro. Pelas circunstâncias do crime e os depoimentos de mais de vinte pessoas, para a polícia, o principal suspeito é o filho do ex-prefeito, que estava com ele na hora do crime.
Foram 21 dias de investigação e o laudo dos peritos criminais comprovou, que Manoel Mariano Filho, atirou contra o pai, o ex-prefeito de Barra do Corda, Nenzin. Com o inquérito policial concluído, o caso será encaminhado ao Ministério Público de Barra do Corda, que pode ou não denunciar, Mariano Filho a Justiça.
A polícia ainda continua investigando o caso e tenta rastrear algumas ligações para descobrir se Mariano Filho contou com a ajuda de alguém para executar o crime.
O ex-prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano de Souza, o Nenzim, foi assassinado no dia 6 de dezembro. Imagens de câmeras de segurança de um condomínio mostram a caminhonete no dia do crime. De acordo com a polícia, o veículo passou 40 minutos no local e só depois desse tempo é que a vítima foi levada para o hospital, onde já chegou sem vida.
Mais de 20 testemunhas foram ouvidas e durante esse tempo, a policia fez três perícias no carro usado por Mariano Filho. Com o inquérito finalizado, até o dia sete de janeiro, a policia deve fazer a reconstituição do crime.
GRUPO MATÉRIAS POLÍCIAIS

POLICIA COMPROVA QUE FOI FILHO QUE ATIROU CONTRA O PAI EX-PREFEITO DE BARRA DO CORDA O “NENZIN”

Polícia concluiu o inquérito sobre o assassinato do ex-prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano de Sousa, o Nenzin, assassinado no início de dezembro. Pelas circunstâncias do crime e os depoimentos de mais de vinte pessoas, para a polícia, o principal suspeito é o filho do ex-prefeito, que estava com ele na hora do crime.
Foram 21 dias de investigação e o laudo dos peritos criminais comprovou, que Manoel Mariano Filho, atirou contra o pai, o ex-prefeito de Barra do Corda, Nenzin. Com o inquérito policial concluído, o caso será encaminhado ao Ministério Público de Barra do Corda, que pode ou não denunciar, Mariano Filho a Justiça.
A polícia ainda continua investigando o caso e tenta rastrear algumas ligações para descobrir se Mariano Filho contou com a ajuda de alguém para executar o crime.

O ex-prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano de Souza, o Nenzim, foi assassinado no dia 6 de dezembro. Imagens de câmeras de segurança de um condomínio mostram a caminhonete no dia do crime. De acordo com a polícia, o veículo passou 40 minutos no local e só depois desse tempo é que a vítima foi levada para o hospital, onde já chegou sem vida.
Mais de 20 testemunhas foram ouvidas e durante esse tempo, a policia fez três perícias no carro usado por Mariano Filho. Com o inquérito finalizado, até o dia sete de janeiro, a policia deve fazer a reconstituição do crime.

GRUPO MATÉRIAS POLÍCIAIS

PRESO ACUSADO DE MANDAR MATAR DONO DE PANIFICADORA EM IMPERATRIZ

A Polícia Civil do Maranhão, por meio da Superintendência de Homicídio e Proteção à Pessoa (SHPP), deu cumprimento a dois mandados de prisão preventiva contra Raimundo Romulo de Souza, 50 anos, conhecido como “Pastor”.
Os mandados de prisão foram expedidos pela juíza da Central de Inquéritos e Custódia de Imperatriz e pelo Juiz da 1ª Vara Criminal de São Luís, nesta quarta-feira (27), e foram cumpridos nas primeiras horas da manhã de ontem ainda na Cidade de Imperatriz.
Segundo a polícia, Raimundo Romulo é apontado como o mandante do assassinato do empresário do ramo de panificação Valdiney Pereira da Silva, 41 anos, conhecido como “Ney da Padaria”, o qual era proprietário de uma panificadora no Bairro Maranhão Novo, em Imperatriz. Ainda de acordo com a SHPP, o crime aconteceu na noite do dia 27 de abril de 2017.

Relembre o caso:

Homem é assassinado a tiros após desentendimento, e Imperatriz
Constam nos autos que o homicídio teria sido praticado por dois policiais militares da cidade de Imperatriz, cabo Wilson Castro do Nascimento e o soldado Hermano Lima de Queiroz, os quais estão presos e custodiados no Comando Geral da PM, em São Luís.

GRUPO MATÉRIAS POLÍCIAI

HOMEM É MORTO A TIROS DENTRO DE SUA RESIDÊNCIA NO INTERIOR DO MARANHÃO

Mais um assassinato com características de execução foi registrado no interior do Maranhão. Um homem identificado como Vicente, vigia da escola da Rua São Jose, supostamente localizada na cidade de Gonçalves Dias, foi morto a tiros na noite desta quarta-feira (27).
De acordo com informações e em áudios que circulam nas redes Sociais, a vitima teria sido morta dentro de casa e em meio aos familiares. Ainda de acordo com informações, os autores passaram o dia inteiro circulando próximo a residência da vitima, esperando anoitecer para tirar a vida do vigilante.
Até o momento não se tem informações sobre as motivações do crime e nem sobre paradeiro dos autores do assassinato.

GRUPO MATÉRIAS POLÍCIAIS

MARIA DO ROSARIO DEFENSORA DE CRIMINOSOS É ROUBADA E TEM ARMA APONTADA PRA CABEÇA


A deputada federal Maria do Rosário, do PT do Rio Grande do Sul, foi assaltada na noite desta quarta-feira (27) em Porto Alegre, capital gaúcha. O caso teve grande repercussão na internet, já que o que chama atenção dos internautas é que a política, que é uma das grandes defensoras de condenados por corrupção. A deputada é conhecida por ser contra o armamento da população e também por ser da “turma dos direitos humanos”. O crime teria acontecido ainda no início da noite.

Maria do Rosário estava colocando bagagens em seu Citroen C3 quando foi surpreendida por três ou quatro bandidos. A política também não soube identificar qual era o modelo do veículo em que os suspeitos estavam, que era vermelho. Conforme informações da Brigada Militar, um dos assaltantes estava armado, enquanto a deputada estava sozinha no momento do crime.

O veículo e as malas foram levados. A polícia gaúcha ainda realiza buscas na região para tentar encontrar o veículo roubado. As informações são de que a deputada não sofreu nenhum ferimento.

Na internet, os comentários ironizavam as bandeiras seguidas pela política em seus discursos. Os primeiros afirmavam que Mario do Rosário deveria mudar a sua posição sobre as armas. A deputada defende o discurso de que o povo não pode se armar e que as armas deveriam ser proibidas. Os mesmos internautas lembraram que a política acabou sendo salva pela polícia, que estava, claro, armada.

Outros lembraram que Maria do Rosário afirmou várias vezes que os ladrões são vítimas da sociedade. “Não é roubado, o carro foi socializado, tadinho do bandido”, dizia um dos comentários nas redes sociais. Outros foram mais longe e questionaram os motivos da política ter chamado a “polícia opressora”, como ela já se referiu algumas vezes às autoridades. A deputada ainda não se pronunciou sobre o ocorrido