Blog da Ramyria Santiago -

AGENTE PENITENCIÁRIO É PRESO NO MARANHÃO POR LEVAR OBJETOS A PRESOS E AJUDA-LOS.

O agente penintenciário temporário Genilton Gomes foi preso em flagrante com 10 celulares e 10 quilos de maconha na Penitenciária Regional de Pedrinhas. De acordo com a Polícia Civil, há a suspeita de que ele estava tentando entregar o material aos presos.

O caso foi encaminhado para a Superintendência de Combate a Corrupção. Segundo o delegado SECCOR, Luiz Augusto Mendes, Genilton informou que foi Policial Militar em São Paulo e que alguém tentou incriminá-lo ao colocar os produtos na mochila dele. No entanto, segundo o delegado, Genilton não soube explicar o porquê de alguém fazer isso e que o comportamento dele já era considerado suspeito antes do flagrante.

“Ele se dirigiu ao trabalho na manhã de dia (5) e já havia uma suspeita em relação ao comportamento dele. Segundo o que foi falado, havia contato dele com presos em datas anteriores. Então quando ele chegou até a unidade e se dirigiu ao alojamento, o diretor da unidade e outros agentes foram até lá pra ver se tinha alguma coisa irregular e eles encontraram alguns tabletes de maconha e celulares, que possivelmente seriam levados para a unidade”, declarou o delegado.

Genilton foi encaminhando para a Central de Triagem de Pedrinhas. Ele irá responder por tentativa de tráfico de drogas e pelo crime de inserção de aparelho celular no ambiente prisional.

O caso está sendo investigado pela Secretaria de Administração Penitenciária, mas não seria a primeira vez que Genilson tentaria beneficiar presos com objetos, neste caso droga e celulares. Recentemente, ele deu um carro de presente a esposa, ainda chegou a postar em sua rede social, fotos dele com a esposa dando o presente. Há suspeita que a compra do carro tenha sido conseguida graças ao dinheiro conquistado de forma ilícita, por meio do pagamento de presos, a partir dos benefícios conseguidos por Genilson a eles. Informações que ainda estão sendo apuradas.

Categoria: Notícias

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*