Blog da Ramyria Santiago -

HOMEM É PRESO EM CODÓ POR VENDER PRODUTO ROUBADO A PROPRIA DONA

OCORRÊNCIA: Venda de produtos furtados

LOCAL: 7° Trav. Goiânia, Bairro Santo Antonio

CONDUZIDO: Marcio Andrade Silva, 28 anos
7° Trav. Goiânia,N° 701, Bairro Santo Antonio
VÍTIMA: Silvana dos Santos Anjos, 42 anos.
7° Trav. Goiânia, Bairro Santo Antonio.

HISTÓRICO: A equipe de policiais do Esquadrão Águia conseguiu efetuar a prisão de um elemento por tentar vender produtos furtados no bairro Santo Antonio. A prisão aconteceu após denuncias de que na 7° Trav. Goiânia, um individuo estava oferecendo uma prancha de cabelo para a vítima, que reconheceu seu objeto e imediatamente entrou em contato com a Policia.

Chegando ao local e constatando a veracidade do fato, a equipe de policiais acabou efetuando a prisão de Marcio Andrade, que relatou para a equipe de policiais estar apenas vendendo o produto a mando de um colega. Marcio foi apresentado na Delegacia de Policia sem lesão corporal.

*ASSCOM 17° BPM*

EM CODÓ SOGRO MATA GENRO A PAULADAS E FACADAS

Informações repassadas ao blog da Ramyria Santiago confirmam a morte da  vitima Reginaldo Gonçalves Lima, 33 anos que foi morto com pauladas e facadas uma dela foi no peito, na noite de ontem domingo dia (27), na localidade  Barra do Junco, zona rural de Codó.

Informações dão conta de que o autor do crime é um homem identificado como Francisco Rodrigues Azevedo, 41 anos, pai da esposa da vítima.

O blog está colhendo todas as informações e trará a qualquer instante.

TRABALHADOR RURAL NÃO PRECISARÁ MAIS DO SINDICATO PARA SE APOSENTAR

 

O trabalhador rural não precisará mais da intermediação dos sindicatos para conseguir uma declaração de sua atividade e, com isso, conseguir se aposentar.
É o que estabelece a medida provisória assinada presidente Jair Bolsonaro na última sexta-feira 18, em uma cerimônia no Palácio do Planalto, para combater fraudes em benefícios pagos pela Previdência Social.
De acordo com o governo, a medida provisória altera regras de concessão dos benefícios, entre os quais auxílio-reclusão, pensão por morte e aposentadoria rural. Prevê, ainda, a revisão de benefícios pagos atualmente pelo INSS.
Pelo texto da MP, serão criados os programas de Análise de Benefícios com Indícios de Irregularidade e de Revisão de Benefícios por Incapacidade.
Pelas estimativas da equipe econômica, o governo poderá economizar R$ 9,8 bilhões nos primeiros 12 meses com as ações previstas na MP.
Isso porque, de acordo com o governo, a estimativa é que serão cancelados 16% dos 5,5 milhões de benefícios. A revisão será feita nos próximos dois anos.
Para a concessão de aposentadoria rural, sendo a MP, será criado um cadastro de segurados especiais para abastecer o Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS). A partir de 2020, o CNIS será a única forma de comprovar o tempo de contribuição para o trabalhador rural.
Documentos validados por sindicatos não serão mais aceitos. Antes de 2020, o trabalhador rural comprovará período de contribuição por meio de uma autodeclaração. Nos próximos 60 dias, bastará entregar a autodeclaração. A partir de março, a autodocleração terá de ser homologada por entidades do Programa Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Pronater repassando João Alencar

ACUADO POR DESCONTOS NO REPASSE DA CÂMARA, EXPEDITO DIZ QUE NAGIB RESPONDERÁ CRIMINALMENTE NA JUSTIÇA.

Expedito Carneiro, presidente da Câmara Municipal de Codó,  emitiu uma nota comunicando que tomou medidas judiciais para que o prefeito Francisco Nagib pare de descontar mensalmente exatos  R$  82.146,45 do repasse do Legislativo, o que na opinião dele está inviabilizando a administração causando, inclusive atraso no pagamento do funcionalismo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Leia na íntegra:

A Câmara Municipal de Codó vem informar a toda população Codoense que já adotou todas as medidas judiciais em face do ato ilegal praticado pelo Prefeito Francisco Nagib, que indevidamente deixou de repassar os recursos devidos ao Poder Legislativo, contrariando o que determina a Constituição Federal, e violando a autonomia desta Casa, que pertence ao Povo.

Acreditamos que o Poder Judiciário irá reparar esta flagrante ilegalidade o mais rápido possível, haja vista que isto vem causando graves danos ao funcionamento da Câmara Municipal, especialmente pela impossibilidade de pagamento de salários dos servidores, e dos seus fornecedores e prestadores de serviços.

Ressaltamos que o Poder Legislativo possui sua autonomia resguardada na Constituição, cuja principal função é fiscalizar os atos do Prefeito Municipal, sem existir hierarquia ou submissão.

Por fim, tomaremos as medidas necessárias para que o Prefeito Municipal responda pela prática de Crime de responsabilidade previsto na Constituição Federal, em seu Artigo 29-A.

Reafirmamos nosso compromisso perante a população do Município de Codó, que a Casa do Povo jamais aceitará qualquer abuso de poder cometido pelo Chefe do Poder Executivo Municipal.

EXPEDITO MARCOS CAVALCANTE

Presidente da Câmara Municipal de Codó

……………………………………………………………………………………………………………

ABAIXO A REPORTAGEM SOBRE AS RAZÕES DO PREFEITO FRANCISCO NAGIB

A Câmara Municipal de Codó está recebendo menos do que antes em relação ao repasse de ordem constitucional. Esta informação nos foi confirmada pelo próprio prefeito Francisco Nagib diante da polêmica que ronda o legislativo de onde saem rumores, ainda não confirmados por nossa reportagem,  até de atraso de salários dos servidores.

No caso de municípios que possuem população entre 100.000 e 300.000 habitantes a Prefeitura deve repassar para o Poder Legislativo 6% de sua  receita tributária e das transferências federais efetivamente realizadas no exercício anterior.

No caso específico de Codó isso representa atualmente exatamente uma repasse mensal de  R$ 361.937,67.

Este valor não está sendo repassado na sua totalidade por causa de uma dívida que a Câmara acabou fazendo junto à Prefeitura de Codó, da ordem de R$ 2 milhões,  assim explicada pelo gestor Francisco Nagib.

“Eu peguei parcelei à ele, durante esses dois anos 2019/2020, o valor de R$ 83 mil por mês. É o débito pra poder pagar os R$ 2 milhões de reais que a Câmara deve de INSS para a prefeitura porque quando a Câmara deve quem paga é a prefeitura e aí retira no FPM, esse dinheiro sai do FPM. Então daqui até 2020 tem o parcelamento de R$ 83 mil reais que é menos que 30% porque a Constituição só permite até 30% de redução, então eu descontei 25% aproximadamente”, disse o prefeito ao blog.

INVIABILIZA A CÂMARA?

Na ponta da caneta o desconto é de R$  82.146,45. Resta para Expedito Carneiro administrar a Câmara exatos R$ 279.791,22.

Na opinião do prefeito, dinheiro suficiente para manter a estrutura do legislativo codoense funcionando plenamente.

“Então ele tá com dinheiro suficiente para pagar os vereadores, para pagar os funcionários, para manter a Câmara, ele tem dinheiro pra manter a estrutura, nós não estamos inviabilizando a Câmara não, agora que ele tem que pagar os R$ 83 mil todo mês ele vai ter que pagar”, concluiu Francisco Nagib

FILHO DE FERNANDINHO BEIRA-MAR MATOU TRÊS PESSOAS NO PRIMEIRO DIA DO ANO, DIZ MP

Marcelo Fernando de Sá Costa, filho de Fernandinho Beira-Mar, é apontado como autor de três mortes em Caxias – Divulgação / Polícia Militar

Rio – O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) concluiu, em duas denúncias apresentadas à Justiça, que Marcelo Fernando de Sá Costa, filho de Fernandinho Beira-Mar, matou três pessoas na manhã do primeiro dia de 2019. No mesmo dia, Marcelo foi preso por porte ilegal de arma e em um veículo roubado.

As vítimas foram identificadas como Wallace Manoel Simões Rangel, morta na Estrada Barão do Amapá, em Duque de Caxias. Na mesma data, o MP denuncia que o filho de Beira-Mar disparou contra Diogo Luiz Carvalho de Lima e Wesley Oliveira da Silva na Rua Mario Behring, no mesmo município, também levando os dois homens à morte.

No caso de Wallace, o órgão denuncia o homicídio qualificado e que a morte ocorreu “através de emboscada ou mediante dissimulação ou outro recurso que dificulte ou torne impossível a defesa do ofendido”, com pena prevista de reclusão de 12 a 30 anos.

Em relação as duas outras mortes, Marcelo Fernando é denunciado também por homicídio qualificado, mas “mediante paga ou promessa de recompensa, ou por outro motivo torpe”, também com pena prevista de reclusão de 12 a 30 anos.

Além de outras diligências, foi realizado confronto balístico entre a arma apreendida com Marcelo e os projeteis retirados dos corpos das três vítimas, cujo laudo foi positivo. Marcelo Fernando foi preso no mesmo dia das mortes pelo crime de porte ilegal de arma de fogo e receptação, por estar em um veículo Fiat Idea verde, que era roubado. As investigações foram realizadas pela Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF).

LADRÕES DE GADO SÃO PRESOS EM CODÓ

O serviço velado do 17 BPM de Codo prendeu três pessoas acusadas de roubo de gado na manhã de quinta-feira, 24, no município de Codo, no extremo da BR 316.

Os suspeitos identificados como, Manoel da Silva 44 anos, José Dos Santos 22 anos e Francisco RaSuwenderson Silva 21 anos. Os três foram localizados na zona rural da cidade são todos suspeitos

Foi o serviço de inteligência do 17° BPM que localizou os três foram levados para a delegacia pelos os FTs e estão agora a disposição do delegado para explicar  sobre o roubo de gado na região da BR 316