Blog da Ramyria Santiago - | Ramyria Santiago

COMUNIDADES DE CODÓ SE UNEM PARA REALIZAR OPERAÇÃO TAPA BURACOS E CALÇAMENTOS EM ESTRADAS E MANDAM RECADO A PREFEITO NAGIB E SEC. ROBERTO COBEL

A Comunidade Assentada e demais localidades de Codó se  unem pra realizar a operação tapa buracos e calçamentos com pedras na Estrada e córrego do PA Sítio Novo Horizonte, do Salobro da Cite e Riacho Salobrão que liga Codó à própria Comunidade Salobro, liga também a comunidade Fazenda São Luis, Santana do Pedro Doca, Miliano, Morada Nova do Crovim, Olho d’água do Naby, Fazenda Bom Fim,  São José De pinho, Lagoa da Cite, Boa Esperança, Tuturuba, Alto Bonito , Corujão e demais.

Essas estrada fica sentindo ponte do trem à Rua Nova. Estrada que segundo os moradores o Excelentíssimo Senhor Prefeito Francisco Nagib e o Excelentíssimo Secretário Roberto Cobel Fizeram no início de Janeiro de 2017 e ficaram de retornar e colocar Tubo nos locais, mais  até o momento não cumpriram. Essas Comunidades e localidades estão sofrendo com essa situação das Vias. 

Nessas comunidades e localidades que se encontram isoladas, há pessoas doentes e deficientes e devido ao problema das estradas não tem como carros ou ambulância entrar no local para dar socorro a eles.

Muitas dessas comunidades e localidades além de não terem estrada, os riachos enchem e como também não tem pontes no período de enchentes não permite a passagem até mesmo de pessoas quanto mais de veículo, as crianças nesse Período chuvoso perdem aulas constantemente, devido a chuva, os igarapés sem pontes e falta da estrada, os carros não entram.

A comunidade disse que grita por Socorro, dessa forma, eles solicitam aos Excelentíssimo Senhor prefeito Francisco Nagib e ao Excelentíssimo Senhor Secretário Roberto Cobel, Aos vereadores que foram escolhidos pelo povo pra trabalhar por essas comunidades rurais

VIDEO.

PREFEITO NAGIB DOA 15 MIL QUILOS DE ALIMENTOS, 7 BOIS, TRANSPORTES E MAIS DE 40 MIL EM PRODUTOS PARA IGREJAS DE CODÓ.


Prefeito de Codó Francisco Nagib, se reuniu hoje dia (27) com vários líderes de igrejas de Codó, tanto evangélicas como católicas e fez uma grande doação que entrou para a história de Codó, onde nenhum gestor fez antes. Entre as quase 68 igrejas de Codó, ele entregou quase 15 mil quilos de alimentos, 7 bois, transportes para suas viagens em retiros que eles sempre vão e mais de 40 mil reais em produtos que eles podem tirar em qualquer supermercado de Codó.

O evento foi marcante e contou com várias lideranças que agradeceram e receberam os presentes com orgulho e que veio em uma boa hora

 

RENDA PER CAPITA DO MARANHENSE É A MENOR DO BRASIL, SEGUNDO PESQUISA

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta quarta-feira (27) os valores dos rendimentos domiciliares per capita referentes a 2018 para o Brasil e unidades da Federação, calculados com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) e enviados ao Tribunal de Contas da União (TCU). De acordo com os números, o menor rendimento médio é o do maranhense, apenas R$ 605.

O rendimento domiciliar per capita é calculado entre o total dos rendimentos domiciliares (em termos nominais) e o total dos moradores. São considerados os rendimentos de trabalho e de outras fontes de todos os moradores, inclusive os classificados como pensionistas, empregados domésticos e parentes dos empregados domésticos.

Os valores foram obtidos a partir dos rendimentos brutos efetivamente recebidos no mês de referência da pesquisa, acumulando as informações das primeiras entrevistas dos quatro trimestres da PNAD Contínua de 2018.

Veja no quadro abaixo o valor do rendimento per capita por estado:

Brasil e Unidades da Federação Rendimento nominal mensal domiciliar per capita da população residente (R$)
Brasil R$ 1.373
Rondônia R$ 1.113
Acre R$ 909
Amazonas R$ 791
Roraima R$ 1.204
Pará R$ 863
Amapá R$ 857
Tocantins R$ 1.045
Maranhão R$ 605
Piauí R$ 817
Ceará R$ 855
Rio Grande do Norte R$ 956
Paraíba R$ 898
Pernambuco R$ 871
Alagoas R$ 714
Sergipe R$ 906
Bahia R$ 841
Minas Gerais R$ 1.322
Espírito Santo R$ 1.295
Rio de Janeiro R$ 1.689
São Paulo R$ 1.898
Paraná R$ 1.607
Santa Catarina R$ 1.660
Rio Grande do Sul R$ 1.705
Mato Grosso do Sul R$ 1.439
Mato Grosso R$ 1.386
Goiás R$ 1.323
Distrito Federal R$ 2.460

A PNAD Contínua é uma pesquisa domiciliar que, a cada trimestre, capta informações socioeconômicas e demográficas em cerca de 211 mil domicílios, em aproximadamente 16 mil setores censitários, distribuídos em cerca de 3,5 mil municípios.

SE APRESENTOU A DELEGAÇIA JOVEM QUE MATOU ADOLESCENTE DE 14 ANOS EM CODÓ

Se apresentou a delegacia de Codó acompanhado por seu advogado o  suspeito de ter matado um adolescente de apenas 14 anos em Codó identificado por Deivid da Silva.

 O suspeito foi identifico como sendo Diêmisson Palácio da Silva, 18, que já teria cometido outro assassinato quando inda era menor de idade

Ele teria matado o adolescente com um tiro de revólver no último dia 21 de fevereiro, que era morador do bairro São Francisco, o motivo seria que a vítima o teria ameaçado ele de morte e por isso matou

CÉSAR PIRES DIZ QUE FOTO AO LADO DE ZITO E NAGIB É APENAS ALGO SOCIAL E POR EDUCAÇÃO A FOTO FOI TIRADA. Ao que parece ele quis dizer que é cada Macaco no seu galho!!.

César Pires foi reeleito deputado estadual e se intitula deputado Codoense, o que a população não concorda pelo fato do deputado só aparecer em Codó no período eleitoreiro. Nesta foto ele aparece ao lado do então deputado de Codó Zito Rolim e do Prefeito de Codó Francisco Nagib. Nas redes sociais Nagib usou a foto para dizer que Codó agora terá dois deputados.  Ao que parece  Nagib foi infeliz na postagem, César ver a foto apenas como algo tirado  por educação, mais na vida real é outra coisa. Nada é o que parece!

Ao que parece ele quis dizer que é cada Macaco no seu galho!!.

ENFIM, CODÓ AGORA PODE DIZER QUE TEM UM DEPUTADO ESTADUAL, ZITO ROLIM TOMA POSSE

Elina Tassia vence diretor da UPA na justiça ao provar que foi demitida injustamente

Elina Tassia, ex-recepcionista da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Codó, venceu o atual diretor Luís Henrique na justiça ao conseguir provar que foi demitida injustamente. A jovem contratou os advogados Ivo Massuete, Felipe Farias e Leonardo Coelho, que processaram o Instituto Biosaúde, a Emserh – Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares e o Estado do Maranhão.

A ex-recepcionista alegou que foi dispensada por Luís Henrique em março de 2018 quando se encontrava doente e pediu indenização por damos morais, além da reparação de uma série de direitos trabalhistas que não foram respeitados enquanto trabalhava na UPA.

Com isso, o Instituto Biosaúde e, subsidiariamente, o Estado do Maranhão, serão obrigados a pagar indenização por danos morais no valor de R$ 2.000,00 (dois mil reais), aviso prévio indenizado de trinta dias, com acréscimo de 50%, valores do FGTS relativos a três meses, com dedução dos valores jacentes da conta vinculada e multa de 40% sobre os valores do FGTS, com acréscimo de 50%.O juiz titular da Vara do Trabalho de Caxias, Higino Diomedes Galvão, entendeu que Elina Tassia foi prejudicada pelo representante (Luís Henrique) do ex-empregador e jugou procedente a ação trabalhista contra o Instituto Biosaúde e o Estado do Maranhão.  O magistrado absolveu a Emserh – Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares.

O Estado do Maranhão também foi condenado a pagar os valores do FGTS relativos a três meses, com dedução dos valores jacentes da conta vinculada e pagar os valores do FGTS relativos ao período de Maio/2016 a Março/2017 com atualização monetária e juros de mora.

Veja a decisão na íntegra:

A decisão, da qual ainda cabe recurso, comprova que o diretor Luís Henrique tem agido de forma autoritária e perseguidora contra os servidores da UPA de Codó.

Fonte: Março Silva