Blog da Ramyria Santiago - | Ramyria Santiago

EXAME COMPROVA QUE VULGO “PIPOCA” ESTUPROU A CRIANÇA COM TORTURA E CRUELDADE  EM CODÓ

Reginaldo de Pinho Ribeiro foi denunciado pela mãe da criança de apenas 9 anos de idade, sobrinha dele. A acusação era de estupro de vulnerável.

Depois da denúncia a vítima foi submetida à uma exame de conjunção carnal. O Resultado comprovou a violência sexual contra a menor e, pelos vestígios deixados no corpo, também constatou outro crime.

Segundo o delegado, Reginaldo torturou a criança.

“O resultado foi positivo, teve, realmente, lesões na região genital da criança, constatou também que teve tortura contra a criança, então a criança está totalmente abalada, essa criança veio de São Luís pra passar, é sobrinha dele, é parente desse rapaz, então ele aproveitou a oportunidade que a criança estava só em casa e cometeu esse crime, crime bárbaro que chocou toda a sociedade aqui de Codó “

Reginaldo de Pinho Ribeiro, mais conhecido como Pipoca, é um presidiário que vinha pagando pena por seu primeiro crime de estupro desde o dia 16 de janeiro de 2016.

Este ano ele conseguiu o benefício do regime semiaberto que o autoriza a passar o dia fora da cadeia para trabalhar e retornar à noite. Neste intervalo de tempo, ele cometeu o segundo estupro.

Desta vez ele recebeu voz de prisão dentro do próprio presídio quando voltou para dormir.

“Conseguimos prendê-lo, ele se apresentou retornando ao presídio e nós conseguimos prendê-lo no presídio, foi autuado em flagrante, vai responder por este outro crime de estupro. É um elemento altamente violento, com certeza deve ter uma psicose porque tava tendo oportunidade de voltar ao meio social, mas aproveitou esta oportunidade e cometeu, novamente, este crime bárbaro contra uma criança de 9 anos de idade”

Categoria: Notícias

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*