Blog da Ramyria Santiago -

Vereador Evimar Barbosa defende função institucional dos parlamentares e critica falta de planejamento do governo

Em seu discurso na Sessão Ordinária da última terça-feira (23), o vereador Evimar Barbosa defendeu o seu direito, e dos demais colegas do bloco de oposição ao governo, institucional como parlamentar. A pauta teria sido gerada devido a críticas sofridas após visita dos vereadores de oposição aos postos de saúde do município. De acordo com o edil, pessoas ligadas ao governo declararam que iriam impedir as visitas e o trabalho finalizador dos parlamentares.

A princípio fiquei espantado com as reações absurdas em relação as nossas visitas, pois a nós vereadores, representantes legítimos do povo, nos foi garantido o direito e o dever de fiscalizar quaisquer obras, ações e trabalhos realizados pelo Executivo Municipal. Portanto, continuarei meu trabalho, pois fui eleito, assim como maus pares, pelo povo para exercermos nosso ofício como vereadores, cujo papel é legislar, propor, acompanhar e fiscalizar todas as ações em beneficio do município e sua população”, afirmou o vereador.

Falta de planejamento da atual gestão

O edil ainda teceu críticas a falta de planejamento e lentidão da atual gestão em resolver os problemas do município. Na análise do vereador, além dos quase dois meses de governo em 2021, o atual prefeito ainda teve a sua disposição os 45 dias para o seu planejamento durante a fase de transição, no fim de 2020.

O que estamos vendo é que a população já está ficando impaciente e insatisfeita com a lentidão da atual gestão em resolver os problemas do município, e em várias áreas da administração pública. Afinal de contas, já vamos completar dois meses de governo. Além do mais, o prefeito ainda teve 45 dias do período de transição para se planejar bem e começar com força total. Infelizmente não é isso que estamos vendo”, lamentou.

Retorno da Escola Municipal de Idiomas

Por meio da Indicação Nº 67/2021, o vereador solicitou ao Executivo que seja mantido o Projeto da Escola Municipal de Idiomas, considerando que o referido projeto atende os alunos do 7º a 9º ano e professores da rede municipal de ensino de Codó, com os cursos de inglês, francês, libras e espanhol.

Categoria: Notícias

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*