Blog da Ramyria Santiago -

PREFEITO DE CODÓ VAI TORRAR 4 MILHÕES DA SAÚDE QUEBRANDO PAREDES DO HOSPITAL HGM ENQUANTO EQUIPAMENTOS, MATERIAL CIRÚRGICO, REMÉDIOS E PROFISSIONAIS NÃO TEM.Há uma ala com 36 leitos reformados e abandonados pelo prefeito Zé Francisco que não quis pagar a empresa que executou a obra

LEITOS NOVOS E REFORMADOS NO HGM SEM USO

Vão torrar  mais R$ 4 milhões em quebra-quebra de paredes no HGM de CODÓ e o dinheiro vai sumir pelo ralo. O valor veio destinado do deputado Federal Edilázio Júnior que garantiu R$ 4 milhões para mais um reforma do Hospital Geral Municipal sem necessidades. Há anos que se vem investindo em reformas do HGM, quebra quebras e na verdade essa é só uma versão mais fácil e simplificada para desaparecer com esses 4 milhões. Desde o dia  27 de abril de 2011 foi tanta reforma de lá pra cá e nenhuma mudou, nada mudou com todas  essas reformas.
São apenas 4 paredes pintadas e reformadas sem nada dentro para atender o povo sofredor. Hoje o hospital está sem equipamento para Raio X, sem equipamento para bater ultra-sonografia, sem material cirúrgico, sem poder fazer exame de sangue, sem pediatra, sem medicamentos, e os postos de saúde não tem nem o remédio ácido fólico para as mamães que estão fazendo o pré natal, a clínica Nefroclinica está a 4 meses sem entregar os medicamentos dos pacientes. À pergunta é, como investir na reforma do hospital HGM de CODÓ se não terá condições de atender os pacientes pois não tem absolutamente nada dentro dele???? 
Esse atendimento será pra admiramos as paredes pintadas?
Como um prefeito que é médico faz mais uma dessa com à população codoense, imagina o tanto de equipamentos daria pra comprar com 4 milhões de reias.

LEITOS NOVOS E REFORMADOS NO HGM SEM USO

  
No vídeo eu mesma, Ramyria Santiago estive ontem, 10 de agosto dentro do hospital HGM de CODÓ e filmei uma das alas da enfermaria  com 34 leitos , 7 salas e 2 posto de enfermaria no ponto, chuveiro elétrico em todos os banheiros, água quente, banheiro para cadeirantes, com acessibilidade, barras, pias em granito, balcões, usina de oxigênio no ponto , os leitos todos novos e reformados que o prefeito não quer entregar para  a população devido uma dívida de mais ou menos 180 mil  reias com o executor da obra que seria a empresa Codoense de nome Araujo Engenharia que ganhou a licitação na época. Essa ala está nova, reformada e no ponto apenas para receber os equipamentos, e transferir os pacientes para lá.

Mais o problema é que a obra não pode ser entregue pela empresa Araujo Engenharia porque ainda existe um débito final e o prefeito Dr José Francisco não quer pagar , e quando procurado ele diz que não tem dinheiro pra pagar os trabalhadores e a nota Final da empresa pelos trabalhadores realizados e já consumados.  Então   porque ele quer reformar o hospital com uma obra dessa já pronta??  Porque ele não paga logo esta empresa Araujo Engenharia para que esta obra que já está pronta seja entregue aos nossos pacientes que estão internados na outra ala sem a mínima condição. O que é 180 para um prefeito que acabou de receber 4 milhões e vai torrar quebrando o hospital sem  a mínima preocupação com o povo sofredor humilde.

VÍDEO:

Nesse outro vídeo o próprio Nagib mostra a obra já no ponto no final de dezembro de 2020, próximo a assumir o cargo o prefeito José Francisco.

VIDEO

Categoria: Notícias

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*