Blog da Ramyria Santiago -

MINISTÉRIO PÚBLICO QUER SABER O QUE FRANCISCO NAGIB FEZ COM O VALOR MILIONÁRIO PARA COMPRAS DE TABLETS E BICICLETAS PARA A ESCOLA LICEU NO FINAL DE 2020. NÃO HÁ REGISTRO DE CANCELAMENTO NO TCE E NEM NO SITE DA PREFEITURA

As licitações foram realizadas para compras de bicicletas e tablets que seriam entregues no dia da inauguração do Liceu Codoense, Ramyria Santiago percebeu na documentação, que depois da reviravolta, aonde Nagib com sua Alta Rejeição foi impedido de concorrer a reeleição e colocaram Zito, houve algo errado nisso tudo. O problema é que ninguém sabe se de fato esse processo foi cancelado ou não, porque não há registro de cancelamento das licitações.

Quando se pesquisa no site da prefeitura ou no TCE não há informações, é como se tivesse sido corrompidos. O ministério público quer saber se ouve pagamento ou não. Para onde foram as bicicletas , tablets ou o dinheiro. Um processo licitatório foi aberto e de repente tudo sumiu, ninguém viu, ninguém sabe.

A Prefeitura na gestão de Nagib fez uma compra milionária de tablets que nunca foram vistos.

O contrato da aquisição foi firmado com as empresas Agira Tecnologia Comércio e Serviços, Vixbot Soluções em Informática e Multilaser Industrial.

Segundo as informações, a compra dos aparelhos eletrônicos foi orçada em R$ 10,7 milhões e faz parte do projeto “Conectando o Conhecimento” da Secretaria Municipal de Educação, que tem como titular Fátima Stela Bezerra Viana Barbosa.

O acordo contratual foi celebrado em setembro desse ano, período que iniciou a pré-campanha eleitoral.

Conforme a ata de registro de preço, a empresa de Santo André (SP), Agira Tecnologia, deve lucrou o valor mais alto com a compra, cerca de R$7.038.000,00 milhões. Já a Multilaser Industrial, localizada em Extrema (MG), deve faturar R$903.975,00 mil. E a Vixbot Soluções deve receber R$2.792.428,25 milhões.

Categoria: Notícias

    Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

    *