Blog da Ramyria Santiago -

Vereador Gracinaldo destaca Dia do Jovem Assembleiano e cobra estradas para localidades da zona rural

Jpeg

Vereador Gracinaldo

O vereador Gracinaldo (PSL) iniciou seu discurso na 24ª sessão ordinária da Câmara Municipal dando destaque ao Dia do Jovem Assembleiano, ocorrido no início de agosto. “Fico feliz por mais uma oportunidade que Deus nos concede de estarmos assumindo a tribuna desta Casa tão honrosa. Quero dizer que estamos muito felizes pela realização do grande evento que foi o Dia do Jovem Assembleiano. É uma data muito significativa para a Igreja Evangélica Assembleia de Deus, onde durante três dias foram realizados vários eventos e atividades. Dentre os eventos fizemos cruzadas evangelísticas, ocupando o corredor da benção e onde a palavra de Deus foi transmitida e pregada de forma tremenda”, lembrou.

O edil descreveu que durante o Dia do Jovem Assembleiano, no sábado, dia 7 de agosto, os membros da igreja ganharam as principais ruas e avenidas de Codó, em marcha, para anunciar o evento e manifestar sua reverência pela data. Gracinaldo comentou sobre sua agenda e as visitas em algumas localidades, como Bom Jesus e Felicidade. Na localidade Bom Jesus o vereador ouviu as demandas e reclamações dos moradores. Dentre os problemas pontuais os moradores reclamaram das condições de acesso até a cidade.

Estradas para Bom Jesus e Felicidade

“O que nos deixa triste são as condições para se chegar a essas localidades, pois a quantidade de areia prejudica a locomoção. As pessoas reclamam que há cerca de três anos diversos candidatos lá estiveram prometendo tudo. E hoje, nem a presença de vereadores por lá eles tiveram. Estou transmitindo o apelo que foi feito a mim por aquela comunidade que sem encontra sem infraestrutura alguma”.

Em visita a localidade Felicidade, o parlamentar encontrou os mesmos problemas de acesso e infraestrutura, onde a inexistência de estradas vicinais permanece. O edil relatou que por uma diferença de três km as máquinas não entraram no povoado para fazer a estrada. Gracinaldo afirmou que entrará em contato com o secretário de infraestrutura para cobrar providencias no Bom Jesus e Felicidade, e que irá voltar nas localidades para dar as respostas aos moradores. “É inadmissível que deixemos nosso irmão nesta situação sem tomarmos alguma atitude”.

Requerimento e Indicações

Com o Requerimento Nº 05/2015, o vereador Gracinaldo solicitou correspondência para a Claro Nordeste, em nome do diretor André Peixoto, para que seja instalada uma torre de telefonia celular da operadora na localidade Cajazeira, distante apenas 18km do município de São João do Soter.

Pela Indicação Nº 138/15 o vereador solicita ao poder executivo a construção de um prédio próprio para a escola Machado de Assis, em Cajazeiras, em razão de estar funcionando provisoriamente na Escola César Pires. Na Indicação Nº 139/2015 o legislador pede pela recuperação da Av. João Barbosa, na Trizidela e a substituição das lâmpadas nos postes das ruas na localidade Canoeiro, que estão quebradas ou queimadas. E a reconstrução da passarela sobre o Riacho da

Água Fria na AV. Maranhão, em frente ao Hotel Porto do Sol e Academia Conexão foi solicitada pelo edil na Indicação Nº 142/2015.

Ascom.

Moradores do Santo Antônio elogiam e agradecem pela estreia do projeto Gabinete na Comunidade

IMG-20150818-WA0011

O vereador Pastor Max (PT do B) realizou nos dias 13 e 14 passado o lançamento do projeto Gabinete na Comunidade, no Bairro Santo Antonio. O projeto tem por objetivo aproximar ainda mais o seu mandato das comunidades dos diversos bairros do município de Codó e comunidades da sua zona rural. Para isso foi preparada toda uma estrutura que tornou possível, não só o contato das pessoas com o vereador, mas também o acesso a informações e serviços importantes para os mesmos.

O Bairro Santo Antônio foi o primeiro Bairro da cidade a ser contemplado com o projeto, que se estenderá também pelos demais bairros da cidade e comunidades rurais, de acordo com o planejamento do parlamentar. O evento de lançamento aconteceu no Clube de Mães e Centro Comunitário do Bairro, e reuniu centenas de moradores, que durante os dois dias puderam participar de um grande café da manhã, de atividades físicas, palestras, consultas, brincadeiras para crianças e uma festa para a terceira idade no final do dia.

IMG-20150818-WA0016

 

O papel do vereador na comunidade

O Gabinete na Comunidade começou com um encontro entre vereador Pastor Max e a comunidade do Bairro, que ouviu atentamente sua palestra sobre o papel do vereador na comunidade e uma prestação de contas do seu mandato para o Bairro Santo Antônio. Além de ouvir as reivindicações da população do bairro neste encontro do dia 13 (quinta-feira), no dia 14 (sexta-feira) durante todo o dia foram disponibilizados serviços como atendimento individual com o vereador, fisioterapia, agendamento de preventivo para mulheres, palestra com a equipe do CTA sobre DST/Aids, com a Assistente Social Marlene Piorsk, consultas médicas com o Dr. Digeoge, etc.

“Não estamos fazendo o projeto sozinho, ou seja, essa não é uma ação do vereador somente, mas de todos os nossos parceiros, que não mediram esforços para estarem aqui ajudando a comunidade do Bairro Santo Antônio. Nosso gabinete apenas viabilizou a estrutura. O nosso intuito é estar mais perto da comunidade, ouvir suas reivindicações e levar serviços para dar mais cidadania para essas pessoas. Tenho que agradecer a todos que vieram até aqui e entenderam o nosso objetivo e à todos os parceiros que contribuíram para que estes dias acontecessem”, afirmou o vereador Pastor Max.

Grande Sucesso na estreia

Para a presidente do Clube de Mães, sra. Alicemar de Jesus da Silva, a ação é mais do que positiva e agradeceu a escolha do bairro Santo Antônio, ressaltando a importância desse contato do vereador com a comunidade, para que a mesma possa fazer suas cobranças e reivindicações e ouvir o que o vereador tem realizado. “Os moradores ficaram muito satisfeitos em conversar com o parlamentar, saber mais sobre seus

trabalho e passar um dia recebendo serviços úteis ao dia a dia”, comentou a presidente. De acordo com o vereador Pastor Max, a ação de irá se repetir em breve e, dessa vez deverá ir para o bairro São Francisco ou Trizidela.

Ascom

Abertura da II Jornada de Direitos Humanos do NUPEPA acontece na Escola Estevão Ângelo

DSC_0004

Entre os dias 19 22 de agosto será realizado na Escola Municipal Estevão Ângelo a II Jornada de Direitos Humanos do NUPEPA no município de Codó . Com o tema “Exercer a Cidadania e Construir o Futuro”, a jornada é uma parceria entre a prefeitura municipal de Codó e a Pró Reitoria de Assuntos Estudantis e Extensão do Núcleo de Pesquisas Eleitorais e Políticas da Amazônia, da Universidade Federal de Roraima. Na abertura, dentre as autoridades presentes, estavam presentes a Presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Alicemar de Jesus, o Diretor da Receita Federal, Arlindo Salazar, os palestrantes Dr. Flávio Corsine e Roberto Ramos Santos, além de professores, gestores e representantes da sociedade civil organizada.

A jornada acontecerão em quatro locais distintos, com atividades divididas na Escola Estevão Ângelo, Cetecma e Câmara Municipal e no distrito Km 17. Pela programação, no dia de hoje (19) serão realizadas palestras sobre Ética na Administração Pública – local Estevão Ângelo; Democracia e Cidadania e o Papel do Vereador na Comunidade – local Câmara Municipal de Codó.

No dia 20/8- acontecerá palestra sobre a Importância da Leitura no Processo de Ensino e Aprendizagem, na Escola Estevão Ângelo; A Extenção Universitária para o Desenvolvimento Social, no Cetecma; A Opinião Pública e Partidos Políticos, na Câmara Municipal.

DSC_0019

No dia 21/8 – acontecerá palestra sobre Exploração do Trabalho Infantil e Violência Contra Crianças e Adolescentes, no Distrito Km 17; Palestra sobre Relações Humanas e Sociais na Administração Publica, na Escola Estevão Ângelo; e Opinião Pública e Partidos Políticos.

A jornada se encerra no dia 22/8 com visita ao Instituto Histórico Geográfico de Codó-MA, ao polo da Universidade Federal do Maranhão e as comunidades.

PREFEITO ZITO ROLIM FALA SOBRE SEU CANDIDATO EM 2016

Em entrevista à rádio Mirante AM de Codó, ontem, Zito Rolim falou sobre quem será seu sucessor.

“Em 2012, a pergunta era a mesma – você será candidato ou será candidato uma vez que eu tinha direito à uma reeleição? e eu só deixei pra decidir no ano da eleição,exatamente em 2012 quando foi realizada a eleição, nós também vamos fazer isso nesse eleição”

“Porque é preciso a gente ter muito cuidado, a gente tem que analisar bastante, porque até agora nós nos preocupamos, mesmo, foi em cuidar do município, cuidar das pessoas, em buscar recursos, administrar o município de Codó. A gente tá acompanhando, paralelamente, a desenvoltura dos pré-candidatos, nós precisamos ter esse cuidado”

“Todo o nosso grupo político vai ser chamado, vai ser dada oportunidade para que eles também decidam junto comigo, uma vez que eleição ninguém decide sozinho’, disse em resposta à pergunta do radialista Silvestre Neres (PROGRAMA Mirante Sucesso).   VEJA O VÍDEO.

CASAS DO RESIDENCIAL SÃO PEDRO! ZITO ROLIM AINDA NÃO TEM PRAZO DE ENTREGA.

O prefeito Zito Rolim esteve na manhã desta terça-feira, 18, durante duas horas, sendo entrevistado na rádio Mirante AM de Codó pelos radialistas Valdecir Povão (do programa Conexão Notícia) , Daniel Sousa (do A Voz do Povo) e Silvestre Neres (Mirante Sucesso).

Vários foram os assuntos, o mais pertinente, por causa da preocupação atual, foi o referente à entrega das casas do residencial São Pedro, cujas casas estão prontas deste o ano passado, porém nunca foram entregues.

Rolim mostrou-se preocupado com a situação, disse que se reuniu com o superintendente do banco que financia as casas, mas não respondeu aquilo que todos queriam ouvir – quando as residências serão, realmente, entregues.

Abaixo você confere a íntegra da reposta do prefeito à pergunta de uma ouvinte identificada apenas pelo primeiro nome – Luzia:

Zito na Mirante AM hoje pela manhã

………………………………………………………………………..

“Nós gostaríamos de ter entregue estas casas já há bastante tempo, uma vez que elas já, que a obra já foi concluída. O que acontece, Luzia e demais ouvintes, é que o nosso compromisso com relação a estas casas – primeiro adquirir o terreno, contratar empresa para executar a obra, acompanhar toda a obra, fazer o cadastro, fazer a seleção dos cadastros e, em seguida, enviar para a instituição financeira que vai financiar”

“Desta vez esse conjunto ali (São Pedro/Zito Rolim II) está sendo financiado pelo banco do Brasil. Tem existido uma certa demora na resposta dos cadastros que têm sido enviados, mas o banco procurou dá celeridade”

“Tivemos uma reunião recente com o superintendente do banco do Brasil que também tem pressa até porque quanto mais rápido nós entregarmos, além da população passar a ter a sua moradia digna, nós também já vamos cuidar em um outro projeto que nós temos aí que também está atrasado que são mais 1.500 casas que nós pretendemos construir ainda dentro dessa gestão”

“Eu não estou satisfeito só com as três mil casas que nós construímos porque sabemos que o déficit habitacional é grande, de moradia digna pra população de Codó. Gostaria de concluir de mais esse projeto, que nós, com muita dificuldade, com  muita luta, nós conseguimos. Na verdade são 3 mil casas e eu considero que isso, se você for comparar várias cidades do Brasil, Codó está de parabéns por ter construido 3 mil unidades habitacionais”

DATA DE ENTREGA

“Portanto, Luzia (ouvinte que perguntou), eu não vou marcar uma data aqui pra você porque isso não depende de nós, toda a nossa parte estamos fazendo. O último passo nosso é esse de enviar toda a documentação e buscar a correção quando essa documentação chega lá que foi reprovada pelo banco, mas que é coisa que o município pode resolver, o município vai buscar, tem ido em busca de dona da casa que foi contemplada para que a gente possa fazer justiça e entregar a casa para aquelas pessoas que têm direito, portanto Luzia, fique tranquila que não vai demorar mais muito tempo e você vai receber a sua casa assim como os demais”

blogdoaceliotrindade

Agentes de trânsito de Codó explicam por que estão de greve.

A carta abaixo foi enviada para o e-mail de nossa redação por agentes de trânsito de Codó. LEIA a íntegra:

…………………………………………………………………………………………………….

Nós Agentes Municipais de Trânsito, estamos em GREVE devido a uma atitude que consideramos desrespeitosa e de má fé por parte da administração desse município, principalmente pelo Prefeito Zito.

O motivo da greve foi o fato de termos lutado por mais de 5 anos pelo reconhecimento e implantação do Adicional de Insalubridade. Tal benefício é pago em diversas cidades para as categorias de Agentes de Trânsito.

Durante todo esse período o então Procurador do município, Secretário de Governo e agora Secretário de Saúde, Dr. Ricardo Torres (Responsável pelo órgão Municipal de Trânsito), alegou que seria necessário um Estudo Técnico para a implantação do benefício.

Pois bem, no ano de 2014 a Prefeitura municipal contratou um Técnico especializado na área e com a ajuda e aprovação do Dr. Cláudio Paz, o estudo foi realizado e constatado os graus de agentes insalubres a qual a categoria convive diariamente. Foi definido pelo técnico e pelo Dr. Cláudio, os níveis a qual somos submetidos no exercício da função.

Alguns meses depois fomos chamados a uma reunião com o Dr. Ricardo, o qual alegou que a prefeitura não tinha como pagar o valor integral e com isso entramos em acordo e foi feito um escalonamento anual de porcentagem a ser implantado.

No dia da assinatura do Decreto por parte do Dr. Ricardo Torres e do Excelentíssimo prefeito Zito Rolim, fomos até a sala do prefeito, convidados por ele, na qual o mesmo fizera um belo discurso, entre outras coisas ditas por ele, que nos amava e que nenhum outro prefeito faria isso pela categoria.

Infelizmente para a nossa surpresa e decepção, no dia do recebimento de nossos salários, além de não ter vindo o valor do benefício acertado, a atual administração retirou de nossos contra cheques um outro benefício.

Segundo o Prefeito, quem vem impedindo a implantação do benefício e ordenou a retirado do outro é o atual procurador do município, o Dr. Vagner. Em reunião que tivemos com esse, ele alega que se pagar tal benefício (INSALUBRIDADE), outras categorias que tem direito, também entrarão com o pedido pra receber. E que o adicional de produtividade foi retirado por ser ilegal. Mas esse mesmo benefício é pago para o setor de Administração e de Arrecadação do município, segundo o próprio Dr. Ricardo Torres.

Decidimos então paralisar os serviços parcialmente ( 30% da categoria continuará nas ruas), acionando o Ministério Público e esperando uma resposta da administração.

Só lembrando pra população que os índices de acidentes crescem assustadoramente quando não estamos nas ruas. Esses dados podem ser comprovados por estudos realizados junto a Samu e HGM.

Agentes de Trânsito de Codó

 

Nota: Assessoria de Endemias esclarece sobre o uso de inseticida através de Fumacê em Codó

A Assessoria de Endemias do Município de Codó esclarece que o real motivo da desutilização do carro fumacê para eliminar pernilongos é que não existe possibilidade de se obter resultados positivos com esse tipo de tratamento. De acordo com o Ministério da Saúde, nesse tipo de controle utiliza-se diversas substâncias químicas, e que sua utilização não é a solução; é apenas um paliativo e que ocasiona diversos problemas como, por exemplo, complicações respiratórias, alérgicas e neurológicas, ou até mesmo processos cancerígenos. Estudos comprovam que diversas espécies de mosquito estão criando resistência ao veneno.

De acordo com o assessor de endemias em Codó, as pessoas precisam ser parceiras no combate ao mosquito. Apresentamos algumas dicas para evitar a proliferação dos mosquitos. É necessário que a população faça sua parte, como: tampar as lixeiras, evitar jogar lixo na rua, rio e códigos, tampar depósitos de água, verificar calhas, e todas as medidas preventivas.

É importante que a população saiba que a aplicação de inseticida através do Fumacê é restrita a endemias de Dengue ou Febre Amarela, como forma de complementar as ações de combate ao transmissor dessas doenças, o Aedes aegypt, pois o uso sem critério do Fumacê impacta o meio ambiente, causando morte de insetos polinizadores, tais como abelhas, vespas e borboletas, além de predadores naturais que exercem função de controladores das populações de vetores.

Ascom/Prefeitura Municipal de Codó