Blog da Ramyria Santiago -

FRANCILDO É ENCONTRADO MORTO EM BALNEÁRIO DE CODÓ, SUA MORTE AINDA É MISTÉRIO

Repercute nas redes sociais a morte do jovem codoense Francildo dos Reis Santos, 31 anos, foi encontrado morto na manhã deste sábado (17), isso porque ele tinha presença constante nos grupos de whatsApp onde fazia comentários e conversava com seus amigos.

Ele foi encontrado morto em um balneário que fica no povoado Pratinha, zona rural de Codó.

O jornalista Marcos Silva, publicou em seu blog que testemunhas informaram que Francildo teria para este balneário na tarde de ontem, sexta-feira (16), ‘ para beber cerveja com amigos e sumiu logo em seguida’.

Local onde o corpo foi encontrado
“O pai da vítima foi ao lugar e encontrou o calção, sandálias e camisa do filho próximo da água e o corpo dentro do banho, uma espécie de riacho que passa pelo local”, descreveu Marcos detalhando suas informações.

O corpo será velado na casa do pai dele (Aureliano do Sindicato) na 1° Travessa Goiânia, N° 1125, bairro Santo Antônio.

Francildo exercia a função de motorista da prefeitura de Codó e deixa um casal de filhos.

GRITO DE SOCORRO! MÃE COM SETE CRIANÇAS PEDE AJUDA PARA ALIMENTAR OS FILHOS EM CODÓ. VEJA VÍDEO DA SITUAÇÃO DELES.

A mãe é Marineuza e mora neste pequeno barraco de taipa na Vila Bine, Rua 09 Quadra 8 Casa 21, bairro São Francisco em Codó, próximo  ao açude. Marineuza tem 7 crianças entre 1 ano, 3 anos, 6 anos, 7anos, 8 anos, 12 anos e 16 anos e  vive em situação de extrema pobreza. Ela precisa de tudo, fogão, geladeira, cama, roupas, comida, leite, e alguém que possa ajudar na construção de sua casa que está Caindo.

WhatsApp para mais informações (99)988386425 e fale com o blog da Ramyria Santiago ou ligue (99)982190301

Veja vídeo completo e acompanhe todo o seu sofrimento.

SABE AQUELE SONHO DE COMPRAR A CASA PRÓPRIA? CHEGOU A HORA DE REALIZÁ-LO. CONHEÇA A VILA SÃO PAULO EM CODÓ!

Foi pensando em você que a Araujo Engenharia, lança o mais novo empreendimento de Codo, VILA  SÃO PAULO!!

Temos casas com 2 e 3 quartos, toda Murada e com portão. Playground para crianças, praça!
Com zero de entrada e todas as taxas por nossa conta!!!
E o melhor, com parcelas apartir de 395,00.
Faça nos uma visita, na Rua Conêgo Mendoça, N• 352, Centro, ou pelos Telefones: (99)991520855, (99) 981368724, (99)981722584 e comprove o que estamos anunciando!!!
Araujo Engenharia Construíndo Sonhos!!

DONO DE BAR MATA CLIENTE COM UM TIRO NA TESTA EM CODÓ.

O bar fica  no povoado Cantinho do Edgar, zona rural de Codó, local onde tudo aconteceu na tarde desta Domingo dia 11 de agosto. A vítima foi identificada como Bento Beleza de 72 anos. O acusado e Ivanildo Costa, conhecido como VANILSON DO EDGAR. As informações é que a vítima estava bebêndo e usava um facão, houve uma discussão e o dono do bar pegou o revólver calibre 38 e efetuou um disparo  na testa e a vítima morreu ainda no local.

O acusado fugiu  em direção ao povoado  Palmeiras e se escondeu no matagal. Ele ainda não foi localizado pelos policiais de Codó.

AVÓ DE MICHELLE BOLSONARO AGUARDA CIRURGIA EM MACA NO CORREDOR DE HOSPITAL DO DF

Avó materna da primeira-dama Michelle Bolsonaro, Maria Aparecida Firmo Ferreira, 78, ocupava neste sábado (10) uma das várias macas improvisadas nos corredores do Hospital Regional de Ceilândia, na periferia de Brasília.

Ela diz ter dado entrada no hospital na quinta-feira (8) com o fêmur fraturado. Até a tarde deste sábado continuava na maca e não havia previsão de atendimento de seu caso.

A avó da primeira-dama afirmou que se acidentou na manhã do mesmo dia que deu entrada no hospital, na casa em que mora na favela Sol Nascente, também na periferia de Brasília.

Uma de suas galinhas teria passado para a casa do lote ao lado. “Fui pedir à mulher para pegar a galinha. O pitbull avançou no portão. Se ele pega meu rosto, tinha acabado comigo. Aí, naquele susto, caí de costas. Caí, quebrei meu fêmur e estou no corredor de espera. Tem gente aqui que tem mais de 20 dias, 30 dias e não chama [para cirurgia]. Quanto mais eu, que estou com três dias, né?”, disse Maria Aparecida à Folha de S.Paulo na tarde deste sábado (10), deitada na maca que lhe serve de leito improvisado, em meio a várias outras no hospital de Ceilândia.

Sua neta e o presidente Jair Bolsonaro moram no Palácio da Alvorada, a 37 km de distância do hospital.

Acompanhada de uma tia de Michelle, Maria Aparecida disse que sofre de osteoporose e que aguarda uma cirurgia na perna direita –a mesma que machucou na quinta-feira– há cinco anos.

“Sou vó dela, [mas] ela ainda não sabe [do acidente]. Tenho o telefone dela não. Que não falo [com Michelle], tem já cinco anos. O dia que o pai dos meus filhos morreu, ela que pagou o enterro, ficou com a gente lá. Foi o último dia que eu vi.”

A avó diz não ter havido nenhuma briga entre ela e a neta. “Ela [se] afastou de mim. Não quis nada mais comigo”, afirmou. “Era meu prazer se ela viesse, [mas] ela não vem não.”

Ao falar da relação com Michelle, Maria Aparecida afirmou ainda que uma de suas noras trabalha como babá da filha do casal presidencial, Laura, 8.

“Quando ela morava no Rio, chamava minha filha, chamava a família toda para ir lá, não chamou nem eu, nem essa aí [Fátima, filha que a acompanhava no momento da entrevista], nem Aparecida, nem Gilmar, nem Gilberto, tudo meus filhos. Ela chamou o João, que é policial, com a mulher dele, o Tonho com a mulher dele, que é essa que trabalha lá para ela. Não chamou a gente”, disse.

Quando questionada se desejava ser transferida para um outro hospital, ela chorou.

“Eu quero é fazer minha cirurgia. Seja lá o que Deus quiser. Não dou conta nem de mexer com o dedo do pé direito. Não dou conta de pentear meu cabelo, não dou conta de comer com minha mão, não dou conta de sentar. A coisa mais triste é ficar dependendo dos outros em negócio de higiene.”

Ela, então, diz que, neste sábado, apareceram apenas enfermeiros e que queria ser amparada por alguma profissional do gênero feminino.

A reportagem procurou na noite deste sábado a assessoria de comunicação do Palácio do Planalto, que informou estar em busca de um posicionamento.

A assessoria de imprensa do Governo do Distrito Federal, responsável pela administração do Hospital Regional de Ceilândia, informou que Maria Aparecida já está sendo atendida e que deve ser transferida ainda neste sábado para o Hospital de Base, que tem uma estrutura de pronto-socorro mais eficiente.

Sobre o hospital, onde há outros pacientes também sendo atendidos nos corredores, o governo informou que unidade é um dos equipamentos que está sofrendo reformas, a primeira em 40 anos, e tem deficiências, além de ser insuficiente para cuidar da população da maior cidade do DF.

De acordo com a assessoria, o governador Ibaneis Rocha (MDB) anunciou nesta sexta-feira (9) a construção de um novo hospital para a cidade, com 380 leitos, além de um materno-infantil, com 180 leitos.

Da Folha de S.Paulo

CRIANÇA DE 6 MESES ESTÁ INTERNADA EM HOSPITAL DE CODÓ A ESPERA DE UMA TRANSFERÊNCIA E DE UM EXAME DE RAIO X DETALHADO. QUEM PUDER AJUDAR NESSA TRANSFERÊNCIA ENTRE EM CONTATO COM O BLOG

A criança tem apenas 6 meses e já passa por uma triste situação. Para muitos ele tem a doença chamada de Refluxo, mais não se tem certeza ao certo.

Paulo Alfonso de 6 meses, não come nada e quando come vomita. Tudo que cai dentro do estômago dele é jogado pra fora de imediato, até o leite do peito. Ele praticamente não faz xixi e também não faz cocô. Precisa de um leito de hospital e precisa bater um Raio X mais detalhado que aqui em Codó não faz. O leito tem que ser em Caxias, Teresina ou são Luis. A criança está na sala 28, Leito 78 do HGM de Codó, ele é filho de Antônio Rodrigues e Maria Paula que moram no interior chamado de Pilões, município de Codó. Qualquer ajuda fale conosco pelo nosso WhatsApp (99)988386425

Pais da criança e a blogueira Ramyria Santiago

Uma pessoa que segue o Instagram que leva o nome de Blog da Ramyria Santiago fez a doação de 100 reias para ele, ele é Valdine do Nascimento Damacena de Codó, mais  mora em Goiânia-GO.

Veja vídeo