Delegado fala sobre homicídio que fechou o ano violento de 2015 em Codó

Em conversa com o repórter Sena Freitas, o delegado Gilvan Lucas, plantonista do feriado prolongado de fim e início de ano, contou como está a investigação sobre um homicídio registrado na noite de 31 de dezembro, morte que fechou o ano de 2015 com mais de 43 assassinatos na cidade de Codó. Segundo o delegado, no dia seguinte testemunhas foram ouvidas pela Polícia.

20160101053124

Conforme apuração da polícia civil, Marcos Jordânio, de 20 anos, morto no réveillon, tem passagens pela Delegacia de Caxias, onde respondeu por porte ilegal de arma. Sobre a vítima pesa ainda crimes de receptação e roubo. Porém, na cidade de Codó, segundo o delegado, não há registro de nenhum delito envolvendo Jordânio.

Gilvan Lucas acredita que o crime tenha a ver com drogas, uma vez que fora apurado que  mesmo era usuário. A morte de Jordânio teria sido provocada por causa de uma discussão iniciada entre a vítima e a namora ainda não identificada pela polícia. Ela, segundo o delegado, é quem poderá apontar o autor do crime, que até a gravação do vídeo abaixo seguia com identidade desconhecida.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RADIO MIRANTE 870 AM


Ramyria Santiago

Publicidade

Publicidade

Visite-nos e compre no Paraíba!

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

FC OLIVEIRA

Publicidade
Visitas Online!
Arquivos