EMÍLIO MATOS FOI SOLTO APÓS PAGAR FIANÇA DE DOIS SALÁRIOS MÍNIMOS

A informação foi confirmada pela defesa de Emílio e pelo plantão da 4ª Delegacia Regional de Codó.

Como nem o DMTRANS, nem a PM, nem a Polícia Civil de Codó possui o etilômetro (mais conhecido como bafômetro) ele, ainda sob custódia policial, foi encaminhado para retirada de sangue para posterior análise do teor de álcool e, após ser indiciado no inquérito que apura a morte de Manoel da Graça de Oliveira Ximenes, por homicídio no trânsito, foi liberado para responder ao processo em liberdade.

A FIANÇA arbitrada foi de apenas 2 salários mínimos, o equivalente a R$ 2.824.

A lei permite e diz que ela pode ser arbitrada entre 1 a 100 salários mínimos, para casos desta natureza.

Seu Ximenes está sendo velado na Câmara Municipal como honraria concedida aos ex-vereadores da Casa Legislativa.

Seu enterro está previsto para as 8h da manhã deste domingo, no Cemitério Central de Codó

www.ramyriasantiago.com.br

Um Comentário

  1. Absurdo!
    A vida de um homem trabalhador só vale 2 salários mínimos.
    O cara passa a noite enchendo a cara, sem se preocupar com as consequências. Deveria estar preso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RADIO MIRANTE 870 AM


Ramyria Santiago

Publicidade

Publicidade

Visite-nos e compre no Paraíba!

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

FC OLIVEIRA

Publicidade
Visitas Online!
Arquivos