Blog da Ramyria Santiago -

CODOENSE PERDE A MULHER APÓS ELA CAIR DE UMA CACHOEIRA E MORRER TENTANDO TIRAR UMA SELFIE NA CIDADE DE CUBATÃO.

 

Acidente ocorreu por volta das 10 horas de sábado dia (20), em um local conhecido como Cachoeira da Fumaça.

Uma mulher de 28 anos morreu, neste sábado, após cair de uma cachoeira e bater com a cabeça, em Cubatão. Segundo informações divulgadas pela TV Tribuna, a jovem era de Santo André e estava com o marido e o cunhado no momento do acidente. O marido foi identificado como Raimundo, que é da cidade de CODÓ Ma. Raimundo foi Criado no Povoado Boca da Mata e após o acontecido ele vira para CODÓ para ver os pais.

Os três estavam em um local conhecido como Cachoeira da Fumaça, que fica na Estrada de Paranapiacaba, entre Cubatão e Santo André. De acordo com informações preliminares, a vítima tentava tirar uma foto quando se desequilibrou e acabou caindo.

O marido e o cunhado acionaram o Corpo de Bombeiros. A cachoeira só é alcançada por uma trilha, que é percorrida em torno de 2 horas. Por isso, foi utilizado o helicóptero Águia para fazer o resgate. A equipe também tentou resgatar os dois homens que estavam com a mulher.

O helicóptero seguiu até uma empresa de Cubatão, onde a jovem foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levada até o Pronto Socorro do município.

Segundo enfermeiros, ela ainda teria sinais vitais quando foi resgatada mas, ao chegar no PS, foi constatado o óbito da mulher. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Praia Grande e, no domingo (21), deve ser transferido para Santo André, onde ocorrerá o velório e enterro.

 

“CODÓ SE ENCONTRA SEM UTIs, AS UTIs AGORA SÃO EXCLUSIVAS PARA O COVID-19. SE UM PACIENTE NORMAL PRECISAR NÃO SERÁ ATENDIDO”, DISSE MÉDICO AO BLOG DA RAMYRIA SANTIAGO.

O blog da Ramyria Santiago recebeu a notícia de um funcionário da área da saúde do hospital HGM de CODÓ nesta tarde de hoje 22/02 que pediu para não ser identificado por medo de represálias. Ele começa dizendo que estão com salários atrasados e só receberam mês de Dezembro por pressão da Imprensa, se não fosse os blogs eles não teriam recebido e diz ainda que a “UTI VIROU SÓ PRA COVID, ACABOU A UTI, SE  OUTROS PACIENTES PRECISAREM NÃO TEM MAIS”.

O blog perguntou a ele se não tinha leito? Ele disse,
Tem, mais só para COVID agora, e completou dizendo que havia 6 pacientes entubados em estado grave de COVID no plantão em que ele estava. Ele disse que também há muitos pacientes com COVID na Ala, nesse caso seria a Ala que fica do lado da sala de repouso dos médicos. O Hospital HGM possui 10 leitos de UTIs e não funciona todos, e os que estão funcionando estão com pacientes do COVID e os demais estão reservados apenas para o COVID. Segundo o funcionário 6 leitos estão ocupados e os outros leitos não tem ventiladores e por isso não podem ser usados por falta desses ventiladores. Antigamente no hospital apenas um dos 10 leitos eram para pessoas com COVID e os outros eram para os demais pacientes com outros tipos de problemas , ou algo bem grave que precisasse  de um leito de UTI. Agora esses pacientes não terão mais pra onde ir ou recorrer caso precise com urgência de um leito de UTI.  O hospital de campanha justamente era para poder folgar o hospital e deixar alas e leitos disponíveis para outros tipos de pessoas que necessitassem. E mesmo que tivesse que colocar alguém com urgência em um dos leitos e esse paciente  não  estivesse com a doença COVID e sim outro tipo de sintomas ainda assim não daria certo , porque para colocar pessoas com outros tipos de sintomas em leitos que teriam sido usados por pessoas infectadas com o COVID precisaria de dias para ser usado o local novamente e ainda haver descontaminação,  nesse caso a sala toda estaria contaminada, um risco muito grande e sem falar que um paciente quando precisa de uma UTI geralmente o estado é muito grave e ele não pode esperar muito tempo, muitas das vezes é questão de segundos ou minutos.
Como o hospital irá agir quando chegar as pessoas sem o COVID mais que estão em estado grave e correndo risco de morte e precisarem de um leito de UTI para salvarem suas vidas?? O que fazer?? Deixar morrer?? Como salvar umas vidas e tirar outras???

GOVERNO TENTA MAQUIAR MORTES POR COVID-19 EM CODÓ: NOSSO BEM MAIOR SÃO VIDAS,PESSOAS ESTÃO MORRENDO EM SILÊNCIO! ESTAMOS NA SEGUNDA ONDA DO COVID EM CODÓ E NEM TESTE TEMOS. ONTEM 5 IDOSOS DERAM ENTRADA EM ESTADO GRAVE DE COVID NO HGM

 


O blog da Ramyria Santiago divulgou às constantes morte do hospital HGM de Codó devido ao COVID-19, Enfermeiros, médicos e pareastes das vítimas informaram ao blog que é verídico o fato das 5 pessoas que morreram de COVID em apenas um só dia em CODÓ e que apenas dois que já estavam na UTI fizeram o teste e deu COVID, mais os outros três também morrerem devido ao covid pois estavam  com todos os sintomas , mais não Havia testes no hospital para fazer, e os mesmo morreram logo em seguida, um deles já chegou sem vida no hospital e a enfermeira do HGM disse que ele também estava com COVID , com todos os sintomas e que os médicos estavam com medo de contrair a doença pois não tinham equipamentos necessários de proteção.

Em um vídeo na rede social o Secretário que é Médico Dr Mário Braga confirmou as cinco mortes no hospital mais disse que apenas dois foram COVID  e os outros não. O que mais parece uma forma de encobrir os fatos reais da situação do COVID em nossa cidade, uma forma de tranquilizar o inevitável, mais logo isso vai explodir. O médico e prefeito de CODÓ Dr José Francisco tentou também tranquilizar à população mais afirmou no vídeo que os casos aumentaram e que estamos em uma segunda onde de COVID e que realmente não temos em CODÓ os teste do COVID e nem um hospital de campanha, “então se não tem teste, não tem COVID.”?? !! CODÓ ESTÁ SEM TESTES E SEM O BOLETIM DIÁRIO DO COVID -19. O prefeito disse que ainda vão criar um local para o tratamento do COVID, essas licitações nunca saem e nada se resolve. A doença tem presa , esse hospital de campanha era pra ter sido criado em seu primeiro mês de governo, haja vista que ele é médico e sabe das consequência que é uma saúde sem qualidade .

Ontem Domingo 21 cinco idosos foram internados em estado grave em CODÓ vítima de coronavírus no HGM. 3 deles estão entubados não UTI. Todos são idosos.

Estamos, o entrando na segunda onda de COVID-19 em CODÓ??

Já os Vereadores de oposição que estavam calados a muito tempo pediram testes de Covid-19 ao Governo do Estado para salvar CODÓ e assinaram um requerimento direcionado ao secretário estadual da Saúde, Carlos Lula. Ainda  não há resposta do governo do Estado para eles.

 

Em um governo onde o secretário é médico, o prefeito é médico e nada funciona, o vírus Do COVID está  matando os codoenses,  O governo precisa deixar de se maquiar em frente a mídia e trabalhar, não temos nem um hospital de campanha para colocar as pessoas doentes e o HGM nao está suportando, alas foram criadas em meios tudo e a todos para colocar os infectados e isso deve infectar pessoas que está bem, são providências erradas e mal feitas. Pessoas estão morrendo. Na noite de ontem, domingo, 5 pessoas estavam internadas em estado grave no HGM, três delas, na UTI com Coronavírus, todos idosos.

CINCO PESSOAS MORRERAM HOJE EM CODÓ COM COVID-19, NÃO HÁ TESTE SUFICIENTE, APENAS A UTI OFERECE TESTE E NADA MAIS E COMO NÃO HÁ MAIS HOSPITAL DE CAMPANHA IMPROVISARAM UMA SALA PARA O COVID EM MEIO A TUDO E A TODOS.

Nesta tarde o blog da Ramyria Santiago recebeu a denúncia de médicos e enfermeiros de dentro do hospital HGM de Codó apavorados com o que está acontecendo dentro do hospital e como a cidade está infestada de pessoas contaminadas com o vírus COVID-19.  Os profissionais da Saúde informaram ao blog que só no dia de hoje 20 de fevereiro cinco pessoas morreram de COVID na cidade , três dessas pessoas estavam na UTI do hospital e duas estavam em casa, uma morreu ainda dentro do carro na frente do hospital, e a outra morreu dentro do SAMU a caminho do hospital, o último óbito foi as 17:30 de hoje de mais uma vítima do COVID-19. O hospital de campanha que foi implantado na escola Ananias Murad pelo antigo governo de  Nagib foi fechado ainda no mesmo de Novembro pelo o próprio Nagib e o governo novo não providenciou um outro local , o que piorou ainda mais a situação. Um enfermeiro disse que montaram  dentro do HGM uma ala para as pessoas com COVID-19, montaram na Ala “A” posto 1  ao lado da sala de repouso dos médicos e ao lado de outros pacientes, visitantes e  acompanhantes de pacientes que estão internados e sem o vírus do COVID, e as alas também agora estão tudo junto, berçários e demais, está uma confusão. Os médicos acreditam que o prefeito dr José Francisco deveria reabrir a escola Ananias Murad pois tudo ainda está igual como Nagib deixou, o problema é que Nagib teve que pagar novos funcionários, vigias, maqueiros, zeladores, técnicos de enfermagem, etc.. e dr José Francisco não quer fazer esses novos gastos e enquanto isso muitas pessoas estão morrendo . As informações também dizem que não há toucas e máscaras com proteções maiores e as poucas que tem não são pra todos os funcionários, apenas para alguns deles.
Os profissionais também informaram ao blog que não há teste para o COVID, e que estão  disponibilizado  apenas para a UTI , nem para médicos ou demais há testes. Quando o paciente entra pra UTI em estado grave faz o teste lá, já para as demais pessoas não tem. Outra coisa grave é que também não há mais nenhum leito de UTI no hospital, todos ocupados, se alguém for precisar não há mais, pois com o aumento da doença as coisas pioraram muito por lá, os leitos todos foram remanejados para pacientes com COVID-19. Se chegar algum paciente grave e com outros sintomas vai pra sala vermelha até melhorar ou morrer.

O governo que tem como sloga Cidade de Todos não está divulgando os fatos reais da doença na cidade e à população precisa saber que o caso é grave , muitas mortes a todo o momento no hospital.

As coisas estão ficando muito sérias em CODÓ e o povo precisa se conscientizar, pois tudo pode piorar ainda mais na cidade se à população não fizer a sua parte e cuidar de si mesmo e das suas famílias. A proliferação da Doença deve aumentar e muitas pessoas devem perder suas vidas se não cuidarmos agora e hoje. CODÓ abra os olhos para está doença!!

POR FALTA DE PAGAMENTO NEFROCLÍNICA DEVE FECHAR AS PORTA EM CODÓ


No texto enviado ao blog da Ramyria Santiago o telespectador faz a seguinte denúncia. LEIA .

“Boa tarde!
Gostaria de fazer uma denúncia anônima, o prefeito Dr Ze Francisco tá com os repasses da clínica de hemodiálise de Codó (Nefroclinica) só no ponto dele liberar só que ele não quer liberar o dinheiro por isso a clínica corre o risco de fechar sendo assim os pacientes vão ter que fazer em Caxias,tô denunciando porque sou amiga de uma paciente e não quero que a clínica feche,fiquei sabendo que ta quase com 2 meses de atraso o salario dos funcionários o prefeito tem que pagar o povo “

O prefeito José Francisco  não repassou um valor de 140.000,00 e por conta disse a clínica pode ser afetada ou até fechar as portas. O valor deve ser repassado imediatamente pelo então prefeito de CODÓ Zé Francisco.

TÁ NA CONTA!! MÉDICOS RECEBEM AMANHÃ SEUS PAGAMENTOS DE SALÁRIOS ATRASADOS EM CODÓ

MÉDICOS RECEBEM AMANHÃ (18/02/21)

O governo de Zé Francisco finalmente desenrolou o pagamento dos médicos de Codó.

Divulgou um banner dizendo que colocou na conta da ADM MÉDICA R$ 1.211.394,69

Às 16h10min a empresa confirmou ao blog dizendo “acabou de ser creditado”.

Perguntei- quando os médicos recebem?

RESPOSTA- amanhã já estará na conta deles.

SEM ORGANIZAÇÃO IDOSOS ACIMA DE 80 ANOS TENTAM SE VACINAR EM MEIO A TUMULTO E MULTIDÃO DE PESSOAS EM CODÓ. O EPISÓDIO GEROU MUITA REVOLTA NOS IDOSOS, ALGUNS FORAM EMBORA SEM VACINAR E AFIRMARAM QUE NÃO VOLTAM NUNCA MAIS

O que era pra ser uma coisa boa acabou causando confusão e mais preocupação nos idosos que queriam apenas se imunizar. Hoje 17 /02 seria o dia da vacinação de idosos acima de 80 anos na escola Senador Archer em Codó, mais o que seria uma notícia boa gerou bastante revolta e grande tumulto.

Não houve organização por parte da equipe do prefeito José Francisco e virou uma bagunça. Muitos idosos chegaram as 7:00 hs da manhã e não conseguiram se  vacinar , alguns foram embora, outros não sabiam em qual sala da escola fazia o cadastro da vacina , outros não sabiam em que sala estavam aplicando as vacinas, outros queriam apenas algumas informações e não tinha pessoas para dar essas informações e alguns idosos disseram que foram mal atendidos pela equipe do prefeito e do secretário de saúde Mario Braga.

Ao sair de casa para se imunizar o idoso estava correndo risco de pegar o COVID 19  devido a grande aglomeração de pessoas. Quem entrava dentro da escola para tentar alguma informação não conseguia e quem já estava dentro não podia sair pelo grande número de pessoas dentro e fora.