Blog da Ramyria Santiago -

LÍDER DO GOVERNO NO SENADO DELCÍDIO DO AMARAL DO PT É PRESO

Ele é acusado de atrapalhar as investigações da Lava Jato.

Também foram presos o chefe de gabinete e o dono do banco BTG Pactual.

senador-delcidio-amaral-e1448453756825

A Polícia Federal prendeu, nesta quarta-feira (25), o líder do governo no Senado, Delcídio do Amaral, do PT de Mato Grosso do Sul. Ele é acusado de atrapalhar as investigações da operação Lava Jato. O senador foi levado para uma sala de nove metros quadrados e prestará depoimento ainda nesta quarta.

Delcídio do Amaral foi preso pela Polícia Federal em um hotel em Brasília. A operação foi autorizada pelo ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal. A Procuradoria-Geral da República apresentou evidências de que o senador estava tentando atrapalhar as investigações da Lava Jato. Segundo as investigações, Delcídio se ofereceu para ajudar o ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró, a fugir do Brasil.

É a primeira vez que um senador é preso no exercício do cargo desde a Constituição de 1988. A lei só permite a prisão de parlamentares em flagrante e o caso de Delcídio foi enquadrado nessa regra, porque foi considerado um crime grave e permanente. Atrapalhar as investigações é um dos poucos motivos que poderiam levar a Suprema Corte a autorizar a prisão de um parlamentar.

Teori Zavascki tomou a decisão sozinho, mas consultou os outros ministros antes, por se tratar de uma busca no Congresso e da prisão de um senador. Na manhã desta quarta-feira, ele convocou uma reunião extraordinária da turma dedicada à Lava Jato e, por unanimidade, o Supremo referendou a prisão do senador.

A Polícia Federal também fez buscas no gabinete de Delcídio no Senado e na casa dele, em Campo Grande. Além de Delcídio, também foram presos o chefe de gabinete dele, Diogo Ferreira, em Brasília, e o dono do banco BTG Pactual, André Esteves, no Rio de Janeiro. A Polícia Federal incluiu na lista de alerta vermelho da Interpol o nome do advogado Edson Ribeiro, que trabalha para Nestor Cerveró e viajou para os Estados Unidos.

 

Brasília - Diogo Ferreira Rodrigues, chefe de gabinete do senador Delcidio Amaral, chega à superintendência da polícia federal (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Brasília – Diogo Ferreira Rodrigues, chefe de gabinete do senador Delcidio Amaral, chega à superintendência da polícia federal (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A assessoria do senador Delcídio do Amaral informou que o advogado dele já chegou à Brasília para cuidar do caso. O BTG Pactual declarou que está à disposição das autoridades para prestar todos os esclarecimentos necessários.

O advogado do banqueiro André Esteves disse que, segundo o Supremo, o cliente dele não participou das reuniões para discutir dinheiro destinado a Cerveró e que ainda precisa conhecer todo o processo antes de se pronunciar. O advogado de Diogo Ferreira disse que está acompanhando o caso.

A equipe do Jornal Hoje não conseguiu contato com o advogado Edson Ribeiro, que está nos Estados Unidos. A Polícia Federal aguarda autorização do Supremo Tribunal Federal para incluir o nome dele na lista de alerta vermelho da Interpol.

Investigações
A gravação de uma conversa de Delcídio Amaral revela que ele teria oferecido até uma mesada ao ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró, em troca do silêncio dele.

Oferta de dinheiro, rota de fuga e até avião… As razões para prender o líder do governo no Senado envolvem um plano completo e com “componentes diabólicos”, segundo a Procuradoria-Geral da República, responsável pelo pedido de prisão preventiva de Delcídio.

A Procuradoria diz que o senador tentou comprar o silêncio de Cerveró, oferecendo R$ 50 mil por mês para ele não fechar delação ou, se fechasse, para não citar o nome do senador nem do banqueiro André Esteves. Como Cerveró está preso, a mesada seria paga à família dele.

Havia também a oferta de fuga, caso Cerveró conseguisse um habeas corpus no STF. O plano era sair do Brasil pelo Paraguai. O destino seria a Espanha. Até a aeronave já estava escolhida: uma Falcon 50, que tem autonomia e chegaria sem parar para abastecer.

Ainda segundo os procuradores, Delcídio negociou pagamentos ao então advogado de Cerveró, Edson Ribeiro. Seriam R$ 4 milhões em honorários. “Esta ordem de fatos deixa transparecer, portanto, a atuação concreta e intensa do senador Delcidio do Amaral e do banqueiro André Esteves para evitar a celebração de delação premiada ou, quanto menos, evitar que fosse delatado”, afirma Teori Zavascki.

Os detalhes dessas negociações foram descobertos porque tudo foi gravado pelo filho de Cerveró. Bernardo gravou a reunião que teve com o senador, o chefe de gabinete dele, Diogo Ferreira, e o então advogado de Cerveró, Edson Ribeiro. Bernardo Cerveró deixou a conversa fluir para garantir uma prova completa da tentativa de obstruir as investigações.

A Procuradoria também afirma que o banqueiro André Esteves, do BTG, atuou para evitar a delação de Cerveró e tinha até a cópia da proposta de delação do ex-diretor, um documento que deveria ser sigiloso. André Esteves entrou no banco em 1989 e em 1993 se tornou sócio da instituição. Em 1995, assumiu a chefia da área de renda fixa do banco. Após fundar a BTG no final de 2008, com a recompra do Pactual em 2009, Esteves formou o BTG Pactual.

De acordo com o banco BTG Pactual, Esteves tem graduação em ciências da computação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, sendo membro da BMF-Bovespa e da Federação Brasileira de Bancos.

Cerveró já contou aos investigadores que André Esteves estaria envolvido em pagamento de propina ao senador Fernando Collor de Melo por troca de bandeira de postos em São Paulo.

O relator da Lava Jato no STF, ministro Teori Zavascki, leu a conclusão dos procuradores: “O senador Delcídio, o banqueiro André Esteves e o advogado Edson Ribeiro estão tecnicamente em estado de flagrância, uma vez que estão manejando meios para embaraçar no plano da operação Lava Janto, a investigação criminal que envolve a organização criminosa”.

Teori afirmou ainda que as investigações apontam que Delcídio dizia que tinha influência sobre ministros do Supremo. Apesar da tentativa do senador de impedir as investigações, Cerveró já contou aos investigadores, com detalhes, o suposto envolvimento do senador no esquema de corrupção na Petrobras.

Fonte Jornal Hoje

Menina de 11 anos é encontrada morta em matagal com corpo carbonizado

pag-3-maria-eduarda-divulgacao-24-11-2015-08-47-25-1-1024x906

O corpo da menina Maria Eduarda Felix Lourenço de 11 anos foi encontrado pela policia civil na tarde da última segunda-feira em um matagal na cidade de São Domingos do Araguaia, sudeste do Pará.

Exames constataram que a menina foi esfaqueada e esquartejada antes de ser queimada. A família estava a procura da menor desde o último sábado quando ela desapareceu.

IMG-20151123-WA0623

O corpo foi encontrado por um morador da cidade em um bairro afastado da cidade. Ele revelou que a menina estava com o corpo praticamente todo queimado e cortes profundo no braço.  O corpo foi encaminhado para o IML de Marabá para passar por exames de necropsia.

PROFESSOR É PRESO ACUSADO DE ESTUPRAR E ALICIAR ALUNOS NA CIDADE DE CAROLINA

358bf20d6c94452b243d5bf3b281ae74-512x640

Um professor identificado como Edvan Castro Júnior foi preso na cidade de Carolina, Sul do Maranhão, acusado de estupro de vulnerável.

Uma equipe de investigação de Carolina, comandada pelo delegado Elmerich, deu cumprimento a mandado de prisão preventiva e busca e apreensão na residência do professor.
O suspeito já vinha sendo investigado há vários meses até que pudesse ser elucidada a ação criminosa do autor. Ele aproveitava da condição de professor para aliciar e abusar de garoto menores de idade.
Os policiais fizeram uma campana por várias horas até prender Edvan em sua residência. Na ocasião, foram apreendidos celulares e um notebook de sua propriedade.
O crime chocou a cidade e a sociedade clamava pela prisão do infrator.

Fonte: Luis Cardoso

População revoltada incendeia Fórum e tenta invadir delegacia em Urbano Santos

Centenas de moradores da cidade de Urbano Santos, a 269 quilômetros de São Luís (MA), depredaram, no começo da noite desta terça-feira (24), o Fórum da cidade, assim como veículos do judiciário e viaturas da polícia.  A onda de violência foi causada pela transferência de quatro suspeitos de estuprar e assassinar uma criança de seis anos de idade, no último fim de semana, no bairro Queimadas.

sala_forum

Os suspeitos de terem cometido o crime foram transferidos para a delegacia da cidade de Chapadinha, a 62 quilômetros de Urbano Santos. Com a transferência, o protesto fugiu do controle da polícia e vários prédios e veículos públicos passaram a ser depredados.

 

Segundo relatos de moradores, o clima na cidade é tenso e as autoridades estão pedindo para que as pessoas não saiam de casa, disse uma moradora ao G1. “Tentaram colocar fogo no fórum, mas o sistema antiincêndio evitou. Dois carros do Corpo de Bombeiros foram para o local. A Promotoria foi quebrada, população tentando colocar fogo na delegacia. Quebraram o centro administrativo. Está um caos a cidade”, disse.

Corpo de Bombeiros combateram princípio de incêndio no Fórum (Foto: O.J / Divulgação)

Ao G1, o comandante adjunto do Corpo de Bombeiros, Joabe Pereira, disse, por telefone, que o fogo foi controlado e o prédio não chegou a ser incendiado. Afirmou ainda que existem equipes dos Bombeiros no local.

bombeiro_1

De acordo com o delegado adjunto da Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI), Agnaldo Timóteo, homens do Batalhão de Choque, GTA e Polícia Militar de São Luís foram deslocados para a cidade na tentativa de conter o tumulto. “A cidade está um tumulto só e o policiamento foi reforçado. Já tem muita polícia lá e está sendo encaminhado mais policiamento para conter a população”, disse por telefone ao G1.

Pela tarde, a multidão cercou e chegou a tentar invadir a delegacia para linchar os quatro suspeitos de matar a criança, mas acabou contida temporariamente pela Polícia Militar, que foi acionada e contou com o apoio do Grupo Tático Aéreo (GTA).

“A população revoltosa, se sentindo estarrecida com a morte violenta, onde a Maysa Moreno foi estuprada e esganada, tentou entrar na delegacia. Porém, o movimento foi controlado e os cinco suspeitos foram transferidos para Chapadinha, onde estão sendo feitas as oitivas. Todos os esforços estão sendo feitos para prender esse criminoso ou criminosos”, afirmou o delegado Dicival Gonçalves, superintendente de Polícia Civil do Interior.

Investigação
Maísa Moreno da Silva, de seis anos, desapareceu na noite de sábado de frente de sua residência e foi encontrada agonizando em um matagal na manhã de domingo. A pequena apresentava sinais de violência sexual e sinais de esganamento. A criança morava no bairro Queimadas, na cidade de Urbano Santos.

A família chegou a oferecer uma recompensa de R$ 5 mil para quem ajudasse com informações que levassem a identificação dos autores do estupro e morte da criança.

Quatro pessoas foram detidas pela polícia e estão sendo ouvidas na Delegacia de Chapadinha, a 247 quilômetros de São Luís, segundo informou o delegado Dicival Gonçalves.

“Essa fase é uma fase de entrevista e interrogatório. O trabalho tem que ser feito porque a Polícia Civil tem que provar quem é o autor do crime. O exame na Maísa foi realizado pelos peritos, o sêmen (encontrado no corpo da criança) foi coletado para ser confrontado mais à frente para que não paire nenhuma dúvida sobre a autoria deste crime bárbaro. É muito prematuro, agora, a gente dizer qualquer nome. Tudo isso está sendo feito e retratado no inquérito policial, apesar de que a prisão do suspeito já foi feito para a Justiça”, explicou.

G1 MA

Delegada Federal fala sobre como funcionava a fraude que levou à prisões em Codó e Caxias

A delegada-geral da Polícia Federal em Caxias, Milena Soares, concedeu entrevista à TV Mirante sobre como agia a quadrilha suspeita de fraudar o INSS em cerca de R$ 11 milhões.

Ontem, 24, a jornalista Aline Santos, teve sua reportagem mostrada no Jornal do Maranhão. A autoridade revelou que a PF já identificou 288 benefícios fraudulentos, todos já tiveram suspensos seus pagamentos irregulares que iam direto para o bolso da quadrilha com ramificação em Codó, Caxias, Presidente Dutra e outros municípios.

Ela também destacou como pessoas de dentro de instituições oficiais colaboravam com os bandidos. Disse que eles recebiam documentos falsos, habilitavam, concediam os benefícios e ainda faziam a atualização regular para que o dinheiro continuasse caindo na conta. ASSISTA MAIS

TIROTEIO ENTRE CIGANOS DEIXA 4 MORTOS E 4 FERIDOS EM ALTO ALEGRE.

Na noite desta terça-feira (24) o Destacamento da Polícia Militar de Alto Alegre do Maranhão foi informado, via celular, que na rua próxima ao campo do Bairro Santo Antônio, acontecia um tiroteio entre ciganos, que residem na Rua do Leite, também naquela cidade. Ao chegar ao local, os policiais constataram a tragédia.ciganos MORTOS 2

Quatro corpos foram encontrados caídos no chão, todos em circunstância de homicídios por arma de fogo. próximas de duas das vítimas foram encontrados duas armas Taurus, três carregadores, oito capsulas 380, cinco munições intactas calibre .40, além de 11 munições intactas calibre .38

ciganos MORTOS 5

As vítimas são: Mateus Soares da Silva, Irlan Alves de Castro, Aldemir da Silva e Adriano Alves Castro.

De imediato foi solicitado apoio ao 15º BPM, em Bacabal, e a 2ª Companhia em São Mateus do Maranhão para prestar o apoio a guarnição do DPM de Alto Alegre do Maranhão.

ciganos MORTOS 7

Diante dos fatos, a polícia isolou o local para a perícia da Policia Civil e foram feitas rondas e abordagens no intuito de prender os acusados das mortes, identificados como Ruan, Vulgo “Nêgo”, e Francisco das Chagas, o “Pica”, que após o confronto armado onde acabaram feridos, se dirigido ao Hospital Geral de Peritoró em busca de socorro, fato constatado pela PM.

ciganos MORTOS 6

Na emergência, os elementos foram indagados confessaram o envolvido no tiroteio em Alto Alegre Maranhão, recebendo voz de prisão.

Para evitar um possível resgate desses criminosos foi enviada a Peritoró uma equipe da Força Tática do 15º BPM para dar suporte aos policiais daquele Destacamento.

ciganos MORTOS 4

Devido a confusão que se formou em frente ao Hospital Geral de Peritoró, os corpos dos quatro mortos foram trazidos para o necrotério do Pronto Socorro Municipal de Bacabal, que, entretanto, não aceitou recebe-los, temendo que o confronto armado pudesse ter continuação, já que algumas pessoas ligadas às vítimas vieram juntas.

ciganos MORTOS 3

Nesse caso, os corpos tiveram que retornar para o Hospital Geral de Peritoró.

 

fonte blog do Garreto

ESPOSA DO APRESENTADOR EVARISTO COSTA É INTERNADA APÓS SOFRER AVC,EM SÃO PAULO

BBno56a.img_

Esposa do jornalista Evaristo Costa, Amália Stringhini, sofreu três AVCs (Acidente Vascular Cerebral) e foi internada em um hospital de São Paulo, na última quarta-feira (18). A administradora de empresas segue hospitalizada para se recuperar.
A empresária se sentiu mal ao buscar as filhas – Francesca, de 4 anos, e Antonella, de 2 – na escola e conseguiu ligar para o marido a tempo. O apresentador do “Jornal Hoje”, da Globo, chamou os médicos e ela foi levada ao hospital.
“Ela está bem, mas foi um baita susto. Ninguém espera que isso vai acontecer, principalmente com a idade dela [38 anos]. O santo dela é forte! Graças a Deus ela não ficará com nenhuma sequela. Está falando normalmente, conversando com todos”, informou a assessora Karla Ichiba à revista “Caras”.
No momento, Amália está em um quarto particular e deverá ficar em repouso “pelo máximo de tempo possível”. “O Evaristo está cuidando das crianças enquanto a Amália se recupera. Foi um milagre ela sair bem dessa”, disse a porta-voz.

Fonte: UOL