Blog da Ramyria Santiago - | Ramyria Santiago

137 PREFEITURAS DO MA INVESTIGADAS EM ESQUEMA DE FRAUDE NO FUNDEB, JÁ A PREFEITURA DE CODÓ ESTÁ LIVRE!

Conforme a  denúncia feita pelo Fantástico da Rede Globo no domingo, 137 prefeituras no Má estão sendo investigadas por esquema de fraude no Fundeb , algumas prefeituras a irregularidades aconteceram em gestões passadas.

De acordo com a denúncia, o município, pro exemplo, de Monção recebeu, em 2018, R$ 40 milhões do governo federal pra investir em educação. Mas boa parte desse dinheiro pode ter sido desviada, segundo a Polícia Federal e o Ministério Público Federal.

Os recursos do Fundeb são a principal fonte de desvio de recursos públicos federais nos municípios maranhenses. Segundo as investigações, o golpe é aplicado de duas maneiras: numa delas, os dados de pessoas reais são usados clandestinamente. A outra fraude é a criação de alunos fantasmas. A cidade de Miranda do Norte também é citada na reportagem do Fantástico da Globo. No total, 137 municípios são investigados no Maranhão. Já a prefeitura da cidade de Codó Maranhão não aparece na lista como sendo investigada, está livre e não aparece na lista dos nomes em amarelo que são os investigados.

Veja a lista completa abaixo. As prefeituras são as que estão em amarelo.

VEJA QUEM É O HOMEM QUE ESFAQUEOU O PRÓPRIO IRMÃO EM CODÓ

O acusado é Roberto Ney Lima Nobre de 42 anos de idade, residente no Povoado Sabiazal. Na noite de ontem, (04) ele esfaqueou o próprio irmão identificado Naziozino Carvalho Nobre Filho de 44 anos, residente no Povoado Sabiazal. Ele desferiu vários golpes de faca e também usou uma garrafa contra a vítima a que está nesse momento em estado Grave no hospital HGM de Codó.

 

 

VÍDEO MOSTRA JOVEM QUE FOI MORTO A TIROS, FACADAS E PAULADAS NA NOITE DE ONTEM EM CODÓ

A vítima é  Fábio Mesquita Nunes foi assassinado na rua Fausto de Sousa, Codó Novo, por pelo menos 4 homens que o agrediram, por razões ainda não esclarecidas, com facadas, um tiro de garrucha e muitas pauladas.

Um dos suspeitos já foi identificado pela PM, mas ninguém foi preso até agora.

“Trata-se de uma rixa na comunidade do Codó Novo, a vítima é Fábio Mesquita que terminou vindo a óbito com alguns golpes de arma branca, possivelmente também arma de fogo, tipo garrucha, e golpes de pau. Segundo a dona da casa um dos envolvidos era o filho dela, ela deu o nome aqui de Vandeilson Silva Damasceno…ISSO SERIA UM DOS AUTORES? é um dos envolvidos nesse crime aí, segundo o relato dela eram uns 4 envolvidos, além da vítima”, contou o policial aos repórteres Amaral Júnior e Sena Freitas.

EXAME COMPROVA QUE VULGO “PIPOCA” ESTUPROU A CRIANÇA COM TORTURA E CRUELDADE  EM CODÓ

Reginaldo de Pinho Ribeiro foi denunciado pela mãe da criança de apenas 9 anos de idade, sobrinha dele. A acusação era de estupro de vulnerável.

Depois da denúncia a vítima foi submetida à uma exame de conjunção carnal. O Resultado comprovou a violência sexual contra a menor e, pelos vestígios deixados no corpo, também constatou outro crime.

Segundo o delegado, Reginaldo torturou a criança.

“O resultado foi positivo, teve, realmente, lesões na região genital da criança, constatou também que teve tortura contra a criança, então a criança está totalmente abalada, essa criança veio de São Luís pra passar, é sobrinha dele, é parente desse rapaz, então ele aproveitou a oportunidade que a criança estava só em casa e cometeu esse crime, crime bárbaro que chocou toda a sociedade aqui de Codó “

Reginaldo de Pinho Ribeiro, mais conhecido como Pipoca, é um presidiário que vinha pagando pena por seu primeiro crime de estupro desde o dia 16 de janeiro de 2016.

Este ano ele conseguiu o benefício do regime semiaberto que o autoriza a passar o dia fora da cadeia para trabalhar e retornar à noite. Neste intervalo de tempo, ele cometeu o segundo estupro.

Desta vez ele recebeu voz de prisão dentro do próprio presídio quando voltou para dormir.

“Conseguimos prendê-lo, ele se apresentou retornando ao presídio e nós conseguimos prendê-lo no presídio, foi autuado em flagrante, vai responder por este outro crime de estupro. É um elemento altamente violento, com certeza deve ter uma psicose porque tava tendo oportunidade de voltar ao meio social, mas aproveitou esta oportunidade e cometeu, novamente, este crime bárbaro contra uma criança de 9 anos de idade”

FOTOS MOSTRAM BALA RETIRADA DAS COSTAS DE LAVRADOR QUE LEVOU TIRO DE POLICIAL CIVIL EM CODÓ. A BALA ATINGIU FÍGADO, INTESTINO E FRATUROU A COSTELA

“Dia 3 de setembro o lavrador Ismael da Silva Brito se encontrava na rua Marechal Castelo Branco onde é localizada a residência de sua mãe Maria José, quando policiais Civis os abordaram mas não dá forma correta perguntando se ele era o “xicuta” elemento que tinha praticado furtos um dia antes ou horas antes, Ismael respondeu que não, e que iria mostrar a identidade quando ele foi retirar a bolsa outro policial que não tava fazendo as perguntas atirou no labrador. Segundo o delegado Rômulo, no dia do acontecido o policial achou que o Ismael ia sacar uma arma, se eles tivessem feito a abordagem correta com certeza não teria feito esse estrago todo na vida dele é da família, enfim, os policiais levaram o Ismael para o hospital e foi feito a cirurgia. No momento sabíamos que atingiu fígado e intestino e ele iria usar bolsa de colostomia, ele ficou 8 dias no hospital e veio pra casa da sua companheira, ficou 8 dias em casa e a cirurgia abriu, teve que fazer tomografia abdominal e logo em seguida uma nova cirurgia, mais o projétil da bala ainda não tinha sido retirado, segundo os médicos o foco era o intestino já que infeccionou, mas nunca explicou com clareza se iam retirar o projétil é quando.

Ele passou 15 dias no hospital veio pra casa novamente depois voltou por conta do local que a bala atingiu também infeccionou e a quarta vez que ficou internado novamente por causa de outra infecção, ele ficou com lesão e internado no HGM, depois de 8 dias foi transferido para peritoró. A companheira dele era quem fazia os curativos em casa, acabava fazendo também no hospital por que os enfermeiros só faziam uma vez por dia mas saía muita secreção e tinha que fazer a todo o momento, como já tinha saído resíduos de osso e dessa forma os médicos constataram que ele estava com a costela fraturada é por isso a companheira já tava atenta. Foi quando ela foi fazer o curativo nele e achou algo duro nas costas, ela empurrou até a direção da ferida que se formou quando infeccionou (virou necrose tanto na entrada da bala quanto nas costas onde a bala estava que provavelmente iria sair)quando ela empurrou viu o projétil da bala, mais tarde foi feita uma pequena cirurgia para retirar o projétil. O hospital não quis entregar a bala pra familia pois está em investigação, segundo enfermeiros eles iam entregar para o delegado Gilvan a bala, isso foi com 58 dias depois do acontecido
Nunca tivemos ajuda dos culpados, só da população e amigos que fizeram rifas, bingos e doações de cestas básicas, inclusive a tomografia foi paga com uma vaquinha de amigos. Temos muitos gastos com medicamentos, bolsas de colostomia que é pra durar 7 dias mas só dura 3 dias e não são baratas.(Texto todo produzido por uma pessoa da família da vítima, a mesma não quis se identificar, e o enviou o texto ao blog da Ramyria Santiago)

PRESO EM CODÓ VULGO “PIPOCA” APÓS ESTUPRAR SOBRINHA DE 9 ANOS

Foi preso nas primeiras horas de hoje REGINALDO DE PINHO, VULGO “PIPOCA”, As 6hs da manhã ele se entregou no presídio de Codó, ele reside na Rua Presidente Costa Silva, 1718, São Francisco, e tem 36 anos. 

Na última sexta-feira por volta das 17hs
Ele estuprou a própria sobrinha de 9 anos de idade, segundo Informações de dentro da delegaçia ele deixou a menina toda machucada. Ele já responde por estupro e estava indo dormir todos os dias no presídio. E nessas suas saídas do presídio ele cometeu mais uma vez o ato de estupro contra   criança.

TEC. DE ENFERMAGEM SE MATA DENTRO DO HOSPITAL MACRO REGIONAL DE TIMBIRAS. A MESMA  É DE CODÓ.

AOCORRENCIA: SUICÍDIO

ENDERECO: HOSPITAL Macro Regional de Timbiras.

Vítima: Renata C. Santos Borges
HISTÓRICO: Por volta das 06hs da manhã, fomos informados por funcionários do hospital macro regional de Timbiras que havia acontecido um suicídio dentro do centro cirúrgico. Trata-se de uma funcionária de nome Renata C. Santos Borges, Tec. De Enfermagem moradora da Rua Osmarino Medeiros, Codó. A mesma fez uso de dois medicamentos MIDAZOLAM e CITRATO DE FENTANILA, segundo informações do médico plantonista trata-se de medicamentos a sedativo.

ASSCOM 17°BPM