Blog da Ramyria Santiago - | Ramyria Santiago

CONHEÇA O CASAL CODOENSE QUE TENTOU MATAR UMA BEBÊ DE 6 MESES. A BEBÊ TEVE PERNAS, BRAÇOS, CABEÇA QUEBRADA E QUEIMADURAS PELO CORPO. SOMANDO 12 FRATURAS

O blog da Ramyria Santiago conseguiu com exclusividade conversar com um familiar que deu detalhes do casal Codoense que tentou matar a bebe de 6 meses na cidade de Trindade. Na oportunidade ela nos mostrou as fotos do casal para que pudéssemos divulgar o rosto deles. Nossa fonte denominou o casal como monstro, pois ela disse ter visto a bebê no hospital em estado gravíssimo e toda machucada que chega a dar dó seu estado de saúde.

HUDSON E YASMIN ( MÃE E PAI DA BEBÊ)

O Casal foi identificado pelo Blog da Ramyria Santiago como YASMIN, conhecida por MINI e o seu marido HUDSON CONCEIÇÃO, conhecido por DOIDÃO de 24 anos, ambos são de Codó do Povoado PIRAMBEBA, próximo a entrada do canto do COXO.  A fonte ainda informou que Hudson, pai da bebê é um homem muito agressivo e sempre bateu muito em Yasmin. Quando Yasmin estava gravida ainda do primeiro filho deles que já está grandinho ele batia bastante nela gravida. Ela informa ainda que Hudson já teria passagens pela polícia.

A bebê de 6 meses foi brutalmente agredida pelos pais e está internada no Hospital Materno Infantil (HMI), em Goiânia, ela teve 12 fraturas pelo corpo, o estado de saúde é gravíssimo. Ela teve também queimaduras e um edema cerebral. As lesões são consequências de agressões cometidas pelos pais, que agora estão presos. o casal será indiciado por tentativa de homicídio.

A   mãe da bebê Yasmin alega que Hudson  puxou as pernas e braços da menina com força, além de bater a cabeça da criança na  madeira da cama.
Yasmin disse que Hudson chegou bêbado em casa e, como não aguentava o choro da criança,  a agrediu novamente enquanto ela mamava.
Hudson ainda disse que  as queimaduras pelo corpo da menina foram causadas por respingos de cera de vela quente enquanto a menina estava sendo trocada, pois faltou luz na casa e segundo ele, a mãe seria responsável pela agressão na criança.

HUDSON E YASMIN ( MÃE E PAI DA BEBÊ)

MÃE E PAI CODOENSES ESPANCAM BEBÊ DE 6 MESES, QUEBRAM BRAÇOS, PERNAS E CABEÇA DA BEBÊ QUE TEVE 12 FRATURAS E QUEIMADURAS PELO CORPO. SEU ESTADO É GRAVE.

Uma bebê de 6 meses foi brutalmente agredida pelos pais e está internada no Hospital Materno Infantil (HMI), em Goiânia, e não tem previsão de alta. Com 12 fraturas pelo corpo, o estado de saúde é gravíssimo.

Por meio de nota, o HMI informou que a paciente, vítima de espancamento e maus-tratos, está internada na emergência do Pronto Socorro Pediátrico da unidade de saúde.
A menina foi resgatada quinta-feira (5/3), depois que uma médica do HMI desconfiou da situação e acionou a polícia. Antes, a menina estava em um posto de saúde no setor Laguna Park, em Trindade, na Região Metropolitana da capital.

PERNAS QUEBRADAS

A bebê de 6 meses está com diversas fraturas pelo corpo, além de queimaduras e um edema cerebral. As lesões são consequências de agressões cometidas pelos pais, que agora estão presos. Os pais são da cidade de Codó, Maranhão, a polícia não informou a rua e bairro que eles moram em Codó, apenas que são do Maranhão, em uma cidade por nome de Codó.
O laudo médico oficial feito pelo Instituto Médico Legal (IML) será incluído no inquérito e o casal será indiciado por tentativa de homicídio.

BRAÇOS QUEBRADOS

A mãe, de 18 anos, levou a menina em um posto de saúde em Trindade. Devido a gravidade dos fatos, ela foi encaminhada para o HMI, onde a médica suspeitou de maus-tratos.

Nosso correspondente informou ao blog da Ramyria Santiago que  diante disso, a Polícia Civil iniciou as diligências e conseguiu efetuar a prisão do casal na ultima sexta-feira (6/3), por tentativa de homicídio contra a criança, que foi diagnosticada com 12 fraturas, queimaduras e edema cerebral.
De acordo com a Delegada Renata Vieira, titular da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam), o homem, de 24 anos, negou todas as agressões.

Entretanto, a mãe alega que o homem puxou as pernas e braços da menina com força, além de bater a cabeça na madeira da cama.
Conforme relatos da mãe à polícia, na última quarta-feira (4/3) o suspeito chegou bêbado em casa e, como não aguentava o choro da criança,  a agrediu novamente enquanto mamava.
Já ao blog da Ramyria Santiago nosso correspondente na cidade de Goiânia, local onde esta morando o pai e mãe da criança, nos informou que em depoimento o pai disse que  as queimaduras pelo corpo da menina foram causadas por respingos de cera de vela quente enquanto a menina estava sendo trocada, pois faltou luz na casa. Segundo ele, a mãe seria responsável pela agressão, já a mãe acusa ele.
Uma testemunha relatou à polícia que os dois estão desempregados e a mãe pedia comida e água com frequência na rua onde mora. Como moram de aluguel, a dona já teria até mesmo pedido devolução do imóvel por falta de pagamento.  Uma vizinha do casal em Goiânia relatou ao blog da Ramyria Santiago que a mãe da acusada de ter agredido a bebê  mora em Codó e já cria um filho do casal aqui na cidade e teria ido a Goiânia justamente pegar está bebezinha e trazer para morar com ela aqui na cidade  de Codó e não sabemos porque ela acabou deixando a bebezinho lá e veio embora novamente para Codó.

VÍDEO DA MATÉRIA. COMPLETA ENVIDA POR UMA AMIGA AO BLOG DA RAMYRIA SANTIAGO

 

FILHO DE CODOENSE SERÁ DESTAQUE NO PROGRAMA DO RAUL GIL NO QUADRO FUNKEIRINHOS.

A criança é filho do Codoense Geonys Xavier da Silva,
ele tem 6 anos de idade e se chama Kauan Santos Xavier.
Ele foi selecionado através da inscrição via internet para participar do programa do Raul Gil no quadro Funkeirinhos. A data da apresentação de Kauan será dia 14 de março de 2020 no programa  Raul Gil e será a primeira apresentação dele, se os jurados aprovarem ele irá passar para as próximas fases e quem sabe até ganhar o prêmio. Kauan vai cantar e dançar funk pra competir com as outras crianças
O pai de Kauan que vai acompanhar tudo de pertinho é natural do Povoado Boca da Mata em Codó

HOMEM MATA ESPOSA E DEIXA CRIANÇA DE 1 ANO FERIDA EM TIMBIRAS.

Uma mulher de 22 anos morreu na madrugada desta segunda-feira (2) no (HRT) Hospital Regional de Timbiras.

O caso ocorreu no Povoado Riacho dos Viana que fica cerca de 28 km de Timbiras, e segundo informações repassadas pela policia militar, o companheiro da vitima identificado por Paulo Sergio Sousa Lima de 40 anos, teria atirado nas costas de sua esposa identificada por Joselia da Silva Gomes Araújo de 22 anos e na filha de um ano e onze meses, motivo segundo informações foi por ciúmes.

Mãe e filha foram socorridas no HRT, e por volta das 2:00 da manhã de hoje (2), a senhorita Joselia não resistiu aos ferimentos e veio a óbito, a filha Larissa Emanuela de quase dois anos foi atingida na mão e não corre risco de morte.

Paulo Sergio, segue foragido e a policia relatou que ele já foi identificado e poderá ser preso a qualquer momento, pois o mesmo retornou na manhã de hoje a sua residência para pegar alguns objetos como roupa e documentos.

Agora com esse, sobe para dois o numero de homicídio já registrado esse ano de 2020 em Timbiras.

Por Silvio Ramon.

MARANHÃO É A UNIDADE DA FEDERAÇÃO QUE TEM A MENOR RENDA PER CAPITA DO PAÍS, DIZ IBGE.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta sexta-feira (28) os valores dos rendimentos domiciliares per capita referentes a 2019, para o Brasil e unidades da federação. De acordo com levantamento, a menor remuneração é do Maranhão, menos de R$ 650 por mês, e o Distrito Federal tem a maior, mais de FR 2,6 mil.

Os valores foram calculados com base nas informações da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) e as informações foram enviados ao Tribunal de Contas da União (TCU). A divulgação atende à Lei Complementar 143/2013, que estabelece os novos critérios de rateio do Fundo de Participação dos Estados e do Distrito Federal (FPE).

Os rendimentos domiciliares são obtidos pela soma dos rendimentos do trabalho e de outras fontes recebidos por cada morador no mês de referência da pesquisa. O rendimento domiciliar per capita é a divisão dos rendimentos domiciliares, em termos nominais, pelo total dos moradores. Esses rendimentos são calculados para cada unidade da Federação e para o Brasil, considerando sempre os valores expandidos pelo peso anual da pesquisa.

A PNAD Contínua é uma pesquisa domiciliar trimestral que capta informações socioeconômicas e demográficas em cerca de 211.000 domicílios, em mais de 3.500 municípios do país.

A pesquisa abrange todo o país, exceto áreas especiais como aldeias indígenas, quartéis, bases militares, alojamentos, acampamentos, embarcações, barcos, navios, penitenciárias, colônias penais, presídios, cadeias, asilos, orfanatos, conventos, hospitais e agrovilas de projetos de assentamentos rurais ou setores censitários localizados em terras indígenas. As embaixadas, consulados e representações do Brasil no exterior também não são abrangidos pela pesquisa.

A PNAD Contínua tem como população-alvo os moradores em domicílios particulares permanentes. Não são investigados os moradores em domicílios particulares improvisados, isto é, aqueles que residem em edificações sem dependências destinadas exclusivamente à moradia ou em locais inadequados para uma habitação.

Rendimento nominal mensal domiciliar per capita da população residente, segundo as Unidades da Federação – 2019
Brasil e Unidades da Federação Rendimento nominal mensal domiciliar per capita 2019
Brasil R$ 1.438,67
Rondônia R$ 1.136,48
Acre R$ 889,95
Amazonas R$ 842,08
Roraima R$ 1.043,94
Pará R$ 806,76
Amapá R$ 879,67
Tocantins R$ 1.055,60
Maranhão R$ 635,59
Piauí R$ 826,81
Ceará R$ 942,36
Rio Grande do Norte R$ 1.056,59
Paraíba R$ 928,86
Pernambuco R$ 970,11
Alagoas R$ 730,86
Sergipe R$ 979,78
Bahia R$ 912,81
Minas Gerais R$ 1.357,59
Espírito Santo R$ 1.476,55
Rio de Janeiro R$ 1.881,57
São Paulo R$ 1.945,73
Paraná R$ 1.620,88
Santa Catarina R$ 1.769,45
Rio Grande do Sul R$ 1.842,98
Mato Grosso do Sul R$ 1.514,31
Mato Grosso R$ 1.402,87
Goiás R$ 1.306,31
Distrito Federal R$ 2.685,76

EMPRESÁRIO DONO DE RESTAURANTE DALLAS EM CODÓ É MORTO A TIROS NA NOITE DE HOJE.

MÃE DE HEFERSON PEDE AJUDA PARA DESCOBRIR QUEM MATOU SEU FILHO HÁ QUASE DOIS MESES EM CODÓ. NINGUÉM FOI PRESO.

Em um texto enviando ao blog da Ramyria Santiago a mãe de Heferson Pessoa que foi assassinado no dia 05 de janeiro em Codó, descreve as seguintes palavras.

” Oi, meu nome é Jaide e venho pedir a colaboração de vocês pra me ajudarem nesse momento tão difícil da minha vida.
Peço que me ajudem com alguma informação verídica sobre a morte do meu filho Heferson.
No dia 05/03 fará dois meses do ocorrido e até o presente momento eu não tenho nenhuma informação sobre o caso.
*A justiça se calou*, mas a dor em minha vida grita cada dia mais alto.
Eu só vou ter paz quando eu descobrir quem e porque fizeram isso com ele. Pois diferente do que muitos acham, ele não era “só mais um”. Pra mim ele era absolutamente tudo.
Por isso eu peço que qualquer pessoa que tenha alguma informação, que tenha visto ele, que saiba de alguma coisa, por favor, entre em contato comigo.
Muito obrigada a todos e que Deus os abençoe” disse Jaide.

Veja a matéria do dia em que ele foi encontrado morto:

HEFERSON PESSOA, MAIS CONHECIDO COMO LORIM FOI ENCONTRADO MORTO EM MATAGAL DE CODÓ

Comprovação do assassinato de Heferson:

PERITO CONSTA QUE HEFERSON FOI EXECUTADO COM DOIS TIROS, UM DELES NA TESTA EM CODÓ